Setor de microfranquias cresce no Brasil

O investimento para começar uma microfranquia do grupo varia entre R$ 25 mil e R$ 50 mil

iG Minas Gerais | LUDMILA PIZARRO |

Com um investimento a partir de R$ 25 mil já é possível ter uma microfranquia. O conceito, segundo a Associação Brasileira de Franchising, é recente e envolve franquias com investimento inicial de até R$ 80 mil. “Observamos um aumento de microfranquias de dois anos para cá”, diz a diretora regional em Minas, Danyelle Van Straten.  

Marcas consolidadas estão criando ramificações em seus negócios para criar microfranquias. São exemplos os quiosques da rede Mega Matte e também o carrinho de chopp da Brahma.

Quem não se arrependeu em investir nesse segmento foi Artur Hipólito, sócio diretor do grupo Zaiom, que iniciou o negócio em 2009 e hoje tem sete microfranquias presentes em 22 Estados. “Fomos pioneiros. Tivemos a percepção que o microempreendedor precisava de algo mais acessível”, diz.

O investimento para começar uma microfranquia do grupo varia entre R$ 25 mil e R$ 50 mil. Além disso, existem facilidades como taxas progressivas e ausência de royalties nos primeiros quatro meses da nova empresa. “Damos condições para que o empreendedor sobreviva no período mais difícil, que são os três primeiros anos”, afirma.

Danyelle Van Straten salienta que “no caso dos microfranqueados, as obrigações são as mesmas que os convencionais. “A legislação deve ser seguida da mesma forma”, completa a diretora da ABF. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave