Em pronunciamento, Obama anuncia plano para 'destruir' Estado Islâmico

No entanto, no Iraque, o objetivo é apoiar o novo governo local com inteligência, armamentos e treinamento ao exército iraquiano, mas sem o envio de tropas de combate

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Obama anuncia planos de coalizão para 'destruir' Estado Islâmico
AP Photo/Jacquelyn Martin
Obama anuncia planos de coalizão para 'destruir' Estado Islâmico

O presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Barack Obama, declarou na noite desta quarta-feira (10)  planos de coalizão para 'destruir' Estado Islâmico. Em anunciou foi feito em rede nacional, porém, ele afirmou que não irá enviar soldados ao Iraque ou à Síria.

Como forma de justificar a declaração, Obama reforçou que o EI é uma ameaça real. Plano apresentado é focado em quatro pontos: dar apoio militar ao novo governo iraquiano para o combate ao EI, sem envio de tropas de solo; aumentar o apoio aos rebeldes de oposição ao governo da Síria; angariar apoio e recursos da comunidade internacional; oferecer ajuda humanitária aos muçulmanos sunitas e xiitas das regiões de controle do EI que estão refugiados, além de cristãos e outras minorias religiosas.

No Iraque, o objetivo é apoiar o novo governo local com inteligência, armamentos e treinamento ao exército iraquiano, mas sem o envio de tropas de combate.

Leia tudo sobre: EUA; Estado Islâmico;