Buscas na barragem são suspensas e uma pessoa segue desaparecida

Trabalhos serão retomados na manhã desta quinta-feira; acidente deixou três mortos e um ferido

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

CIDADES: ITABIRITO MG: ROMPIMENTO DE BARREIRA EM MINA SOTERRA TRABALHADORES
Tres funcionarios morreram e um ficou ferido e outros dois sairam ilesos do rompimento de uma barragem da empresa Herculano Mineracao, em Itabirito, na regiao Central de Minas Gerais. Os operarios ficaram soterrados na manha desta quarta-feira (10).

Foto: Alex de Jesus/ O Tempo / 10.09/2014
CIDADES: ITABIRITO MG: ROMPIMENTO DE BARREIRA EM MINA SOTERRA TRABALHADORES Tres funcionarios morreram e um ficou ferido e outros dois sairam ilesos do rompimento de uma barragem da empresa Herculano Mineracao, em Itabirito, na regiao Central de Minas Gerais. Os operarios ficaram soterrados na manha desta quarta-feira (10). Foto: Alex de Jesus/ O Tempo / 10.09/2014

Os trabalhos de busca na área onde uma barragem de rejeitos se rompeu deixando três mortos e um ferido, em Itabirito, na região Central do Estado, foram suspensos no fim da tarde desta quarta-feira (10). O corpo de uma das vítimas, identificada como Adilson Aparecido Batista, de 44 anos, ainda não foi encontrado. Os trabalhos serão retomados na manhã desta quinta-feira (11). 

O acidente aconteceu por volta das 8h e soterrou os operários que realizavam a manutenção no talude de uma barragem de rejeitos (resíduos sólidos presentes em minérios, mas que estão com as possibilidades de reaproveitamento esgotadas) que estava desativada.

Dois caminhões, uma retroescavadeira e um Fiat Uno foram atingidos pelo deslizamento de terra e os motoristas ficaram sob os escombros, desaparecidos. Geraldo Matozinhos Moreira, de 44 anos, da cidade de Moeda, foi socorrido, com fratura no braço, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, e outros dois trabalhadores saíram ilesos. O topógrafo Reinaldo da Costa Melo, de 68 anos, e Cristiano Fernandes Silva, de 32 anos, que é de Moeda, foram encontrados sem vida. 

Investigação

A delegada Mellina Isabel Silva Clemente, da cidade de Itabirito, sobrevoou o local do acidente e acompanhou o trabalho da perícia na área da mineradora. Um inquérito para investigar o caso já foi instaurado.

De acordo com a delegada, uma equipe de  perícia especializada em barragens fará novos trabalhos no local nesta quinta-feira (11) para tentar identificar as causas da queda. Também estão sendo intimadas testemunhas, como familiares das vítimas e diretores da empresa, para comparecer à Delegacia e prestar depoimento. Além das causas do rompimento da barragem de resíduos, a polícia também vai investigar possíveis danos ambientais causados pelo acidente.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave