José Mujica diz que não conhece 'nada' a respeito de Marina

Em visita a Porto Alegre, o presidente uruguaio disse nesta quarta-feira (10) que não conhece a candidata a Presidência do PSB, mas evitou se estender em comentários sobre a eleição brasileira

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

MUNDO - PORTO ALEGRE - RS , Brasil - 10/09/2014
Presidente do Uruguai , Jose Mujica  no Palacio Piratini em Porto Alegre .

FOTO : Claudio Fachel / Palacio Piratini
Claudio Fachel / Palacio Piratin
MUNDO - PORTO ALEGRE - RS , Brasil - 10/09/2014 Presidente do Uruguai , Jose Mujica no Palacio Piratini em Porto Alegre . FOTO : Claudio Fachel / Palacio Piratini

Em visita a Porto Alegre, o presidente uruguaio, José Mujica, disse nesta quarta-feira (10) que não conhece a presidenciável Marina Silva (PSB), mas evitou se estender em comentários sobre a eleição brasileira. O uruguaio participou de um evento com o governador gaúcho, Tarso Genro (PT), e foi questionado por uma jornalista sobre a campanha para presidente no Brasil.

"Conheço a presidente Dilma e tem havido com o Uruguai uma bela relação. Com muitíssimo respeito, a outra senhora candidata não conheço nada. Mas seria uma piada de mau gosto eu, presidente do Uruguai, opinar sobre a política dentro do Brasil pela imprensa. Queridos compatriotas, acertem-se entre vocês", disse.

Pela manhã, ele foi também com Tarso a um evento com catadores na região metropolitana. Militantes receberam o petista, que é candidato à reeleição, com um bandeiraço.

Em discurso em Porto Alegre, o uruguaio defendeu a integração da América Latina e disse que se uniu ao Brasil não para "adulá-lo", mas para facilitar seu papel de liderança regional. "Vocês [brasileiros] são os mais fortes da América Latina, mas não saiam a colonizar. Saiam a conseguir sócios, criar um sistema de multinacionais latino-americano", disse.

A jornalistas Mujica defendeu seu projeto que autoriza o consumo de maconha, controlado pelo governo. Disse que o país não está "fomentando" a droga, mas regulando um mercado que já existe. Também afirmou que a decisão tomada no Uruguai não é um modelo para o Brasil. "É um país gigantesco. Nós vamos fazer um experimento. E depois veremos", disse.

Na capital gaúcha, o presidente também dará uma palestra na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave