São Paulo pega Botafogo e esquece 'final' de domingo

Tricolor Paulista vai manter foco no jogo contra o clube carioca e esquecer temporariamente o confronto do fim de semana com o Cruzeiro, líder do campeonato

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Contra o Galo, Muricy também alcançou a marca de 200 jogos como técnico do São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo
Contra o Galo, Muricy também alcançou a marca de 200 jogos como técnico do São Paulo

Um passo de cada vez. A antiga frase contra a impaciência e a afobação é conselheira do São Paulo para a partida contra o Botafogo, nesta quarta-feira, às 22 horas, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo contra os cariocas é o último antes do aguardado encontro contra o líder Cruzeiro. Por isso, além do rival, o time tricolor precisará domar seus próprios pensamentos.

É proibido pensar nos mineiros antes do fim do jogo desta quarta. O discurso prudente alerta que uma eventual desconcentração por causa do que muitos consideram a “final” do campeonato (apesar de se tratar apenas do início do segundo turno) pode custar caro. “Se tivermos um tropeço, o domingo pode não valer nada”, avisou Souza.

A matemática do volante é simples. Um tropeço diante dos cariocas aliado a uma vitória dos mineiros nesta quinta contra o Bahia, em Belo Horizonte, abriria a distância para 10 pontos, margem que até mesmo os atletas consideram difícil de tirar. Por isso, a ordem é tratar o Botafogo como única prioridade.

"O foco tem que ser sempre no próximo jogo, precisamos respeitar o Botafogo e entender que eles são o jogo mais importante do momento. Não podemos ficar pensando no Cruzeiro", disse o volante, nesta terça, antes da viagem para Brasília.

O São Paulo terá o retorno de Michel Bastos à lateral esquerda nesta quarta. O jogador cumpriu suspensão contra o Sport e ocupará a vaga que foi de Reinaldo no último domingo. Pelo lado direito, Auro deve começar o primeiro jogo como titular após ter agradado ao entrar no lugar de Paulo Miranda (com estiramento na coxa esquerda) no fim de semana.

Na última atividade antes da partida, o técnico Muricy Ramalho fez um treino de movimentação e posse de bola com os jogadores. Antes, fechou o treino para arrumar o posicionamento do time e treinar lances de bola parada.

Leia tudo sobre: sao paulobotafogocampeonato brasileirocruzeiro