Santos espera acabar com longo jejum como visitante

Há três meses o Peixe não consegue vencer fora de casa; técnico Enderson Moreira pretende mudar a estratégia de jogo do Santos para vencer o time pernambucano

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Meia santista revelou apoio do elenco ao técnico santista, Oswaldo de Oliveira
Reprodução/ Santos F.C
Meia santista revelou apoio do elenco ao técnico santista, Oswaldo de Oliveira

O Santos abre sua participação no segundo turno do Brasileirão contra o Sport, nesta quarta-feira, a partir das 21 horas, na Arena Pernambucano, na região metropolitana do Recife. E o desafio santista é voltar a vencer como visitante no campeonato, depois de uma sequência de cinco derrotas, que já dura mais de três meses.

A última vitória santista fora de casa no Brasileirão foi diante do Bahia, no dia 29 de maio, em Feira de Santana (BA) - antes, tinha ganhado também do Figueirense em Londrina (PR). Com essa campanha ruim como visitante, que inclui dois empates e cinco derrotas em nove jogos, o Santos ficou mais longe do G4, atualmente em nono lugar, com 26 pontos.

Ainda sem poder contar com o atacante Robinho, que estava na seleção brasileira, o lateral-esquerdo Mena, convocado para defender o Chile, e o volante Alison, após servir o time olímpico do Brasil em viagem ao Catar, a única mudança santista para enfrentar o Sport nesta quarta-feira será na estratégia de jogo.

Com base no que viu nos vídeos dos jogos do Sport e de algumas informações que ouviu do meia Lucas Lima, que jogava no time pernambucano no ano passado, o técnico Enderson Moreira orientou o Santos para ocupar todos os espaços do meio para trás e tentar o gol no contra-ataque.

"O Sport mudou bastante depois que eu saí. Ficaram quatro jogadores do time que disputou a Série B. Com Enderson falei pouco. Foi mais com os companheiros. Passei informações sobre as características de alguns jogadores e de como a equipe deles ataca e se defende", contou Lucas Lima.

Recém-contratado, para substituir o demitido Oswaldo de Oliveira Enderson Moreira tenta mudar a imagem de time que se perde quando joga fora da Vila Belmiro. Por isso mesmo, ele chegou a testar no treino de terça-feira uma mudança importante no time, tirando o atacante Gabriel para colocar Alan Santos, que, assim, se juntaria aos outros dois volantes titulares, Arouca e Souza, na marcação.

Essa mudança, no entanto, é para ser usada no segundo tempo do jogo, se o Santos estiver na frente no marcador e sendo pressionado. Além disso, boa parte do treino foi destinada ao ensaio de bolas altas defensivas e ofensivas, que funcionou bem no triunfo de sábado sobre o Vitória, com os dois gols marcados pelo zagueiro David Braz.

Leia tudo sobre: santossportcampeonato brasileiro