Preparador físico indica motivos para explicar alto número de lesões

Nada menos que dez jogadores do elenco atleticano estão em tratamento de lesões

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

O Atlético chegou à marca de dez jogadores lesionados na última partida e seguirá com este mesmo problema para o duelo desta quinta-feira, contra o Corinthians. Diante desta realidade, o preparador físico do clube mineiro, Carlinhos Neves, foi à sala de imprensa para dar algumas explicações. Além do calendário brasileiro amplamente contestado por praticamente todas as áreas ligadas ao esporte nacional, Neves também citou a mudança de comissão técnico no Galo e a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro de 2013, como outros fatores que intensificaram os problemas físicos do elenco alvinegro. E as mudanças discutidas internamente entre o departamento médico e a comissão técnica do Atlético já começaram a ser implementadas nesta semana. “Não é coincidência (o treino físico de hoje) não. É importante esclarecer alguns fatos. A temporada 2014 começou diferente da de 2013 em função do Mundial de Marrocos. Nosso período ficou mais longo, com pré-temporada e preparação menor, uma semana já estava jogando no Estadual. Estamos apenas retornando ao padrão anterior que tínhamos agora e isso com mudança de comissão técnica e por necessidade e prerrogativas e até para o Levir conhecer melhor os atletas e colocar as ideias em prática. Mudamos a rotina e em função dos acontecimentos estamos retomando o que fazíamos com sucesso em 2013”, disse Carlinhos Neves. “Nem sempre é possível tirar um jogador importante, pois ai vai perdendo padrão. Em função da mudança de comissão técnica tivemos de mudar esta questão e acabamos pagamos um preço”, completou. Outro fator que modificou o ano alvinegro foi a parada para a Copa do Mundo, que inchou o primeiro e segundo semestres, além de ser sido usado pelo Atlético com amistosos na China e preparação na Argentina para a Recopa Sul-Americana, diante do Lanús-ARG. “Ao mesmo tempo em que ganhamos tempo de preparação, tivemos viagem longa para a China, com apenas jogos e sem preparação e depois período bom na Argentina. Mas em função da parada tivemos uma densidade maior de jogos, tivemos que espremer o calendário agora em agosto, setembro e outubro”, ressaltou o preparador físico. Sem alarde. Apesar dos dez atletas que figuram no departamento médico, Carlinhos Neves pede cautela e lembra da competência sempre atestada dos profissionais do clube. “Realmente, pois chama a atenção já que é um número diferente de tudo que já vivemos, mas não podemos criar um fantasma em cima disso. Os profissionais que estão aqui não desaprenderam tudo que sabem”, finalizou. Confira a lista dos atletas no DM alvinegro: Zagueiros: Emerson e Réver Lateral: Pedro Botelho Volantes: Pierre, Lucas Cândido, Josué e Rafael Carioca Meias: Maicosuel e Dátolo Atacante: Marion

Leia tudo sobre: atleticogalofutebollesoescarlinhos nevesdm