Em inserção na TV, Dilma diz que Marina dará mais poder aos bancos

Para atacar autonomia do Banco Central, campanha mostra banqueiros rindo enquanto família fica sem comida

iG Minas Gerais | Da Redação |

A campanha da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, fez mais um duro ataque contra Marina Silva em propaganda eleitoral na televisão. Em inserção de 30 segundos que começou a ser veiculada hoje e que já está disponível também na página de Dilma na internet, a coligação do PT diz que Marina, se eleita, dará mais poder aos bancos. A peça é uma crítica à proposta de autonomia do Banco Central defendida pela candidata do PSB. A inserção faz uma contraposição ao programa eleitoral de Dilma, bem mais light e sem fortes críticas aos adversários nesta terça-feira.  Na inserção que ataca Marina, não há a assinatura da candidatura de Dilma. Apenas da coligação. As imagens mostra homens de terno rindo e conversando, enquanto uma família almoça em casa. O locutor diz então que, com a autonomia do Banco Central, os banqueiros terão mais poder de interferir na vida do brasileiro. Neste momento, a comida desaparece dos pratos na mesa, a família interrompe o almoço e exibe expressões de preocupação e desolação. "Marina tem dito que, se eleita, vai fazer a autonomia do Banco Central. parece algo distante da vida da gente, né? Parece, mas não é. Isso significaria entregar aos banqueiros um grande poder de decisão sobre sua vida e de sua família. Os juros que você paga… Seu emprego, preços e até salário. Ou seja, os bancos assumem um poder que é do presidente e do Congresso, eleitos pelo povo. Você quer dar a eles esse poder?”, indaga o locutor. Veja a inserção:  

Leia tudo sobre: eleiçõeseleiçãomarinamarina silvadilmadilma rousseffbanco centralautonomia