Campeão, Cilic celebra volta por cima após doping

Após vencer o US Open na tarde dessa segunda-feira, o croata se tornou o o primeiro tenista de fora do Top 10 da ATP a faturar um título do Grand Slam nos últimos dez anos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O tenista croata chegou a ocupar a nona posição do ranking mundial em 2010 e está sem jogar desde junho
ITF/DIVULGAÇÃO
O tenista croata chegou a ocupar a nona posição do ranking mundial em 2010 e está sem jogar desde junho

Há um ano, Marin Cilic estava impedido de jogar o US Open, pois cumpria uma suspensão por doping, que ainda hoje o croata diz ter sido injusto. Forçado a ficar longe do circuito do tênis, o croata aproveitou o tempo para trabalhar sob a tutela do seu novo treinador, Goran Ivanisevic. Agora, 12 meses depois, está festejando o maior título da sua carreira, a edição de 2014 do US Open.

"Parece completamente irreal ser chamado de 'campeão do Grand Slam'", afirmou Cilic, após vencer na decisão do torneio nova-iorquino o japonês Kei Nishikori por 3 sets a 0, com um triplo 6/3, na última segunda-feira.

Cilic recebeu uma premiação de US$ 3 milhões (aproximadamente R$ 6,8 milhões) e se tornou o primeiro tenista de fora do Top 10 da ATP a faturar um título do Grand Slam em uma década. "Isto é o trabalho duro destes últimos anos, e especialmente desse último ano", afirmou.

A final de um Grand Slam com tenistas que nunca haviam disputado uma decisão desse nível de torneio dificilmente será lembrada como um clássico, ainda mais que foi desequilibrada e disputada em menos de duas horas. "Nós dois estávamos muito nervosos, especialmente no primeiro set", admitiu Cilic.

Isso, porém, não diminui o feito do croata que venceu os seus últimos dez sets no US Open, incluindo os triunfos sobre o suíço Roger Federer nas semifinais e o checo Tomas Berdych nas quartas de final. E a sua volta por cima foi completada com a vitória na decisão diante de Nishikori.

Cilic testou positivo para um estimulante em um torneio na Alemanha em maio de 2013. O croata se defendeu dizendo que ingeriu a substância involuntariamente, mas acabou sendo suspenso. Agora, o croata consegue enxergar um lado positivo na situação. "Eu apenas usei as partes positivas para me tornar mais forte", disse.

Em setembro de 2013, Cilic começou a ser treinado por Ivanisevic campeão de Wimbledon em 2001. E após concluir a sua volta por cima, o croata acredita que nada mais será igual. "Eu sinto que isso vai mudar definitivamente a minha vida", afirmou o campeão da edição de 2014 do US Open.

Leia tudo sobre: MARIN CILICUS OPEN