Nascido para marcar história

Zagueiro está perto de superar Réver e ser o jogador da posição com mais gols em 106 anos

iG Minas Gerais | Fernando Almeida e Thiago Prata |

Leo Fontes – 7.9.2014
undefined

Existem jogadores que são a cara de um time. É o caso de Leonardo Silva, que nasceu para fazer história no Atlético. A raça, a determinação, a liderança e os gols fizeram do zagueiro uma unanimidade entre os adeptos do clube. Um feito que se torna ainda maior por ser um jogador que veio do rival. A trajetória até o momento já é o suficiente para colocar o beque no topo dos maiores ícones dos 106 anos da agremiação. Mas outros capítulos marcantes estão por vir.  

Com o gol marcado na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, no último domingo, Leo Silva está muito perto de se tornar o zagueiro que mais balançou as redes com o uniforme preto e branco. O posto atual pertence ao companheiro de equipe Réver, autor de 22 tentos.

Como o colega está no estaleiro – por conta de lesão no tornozelo esquerdo –, e pode até não atuar mais no ano, Leonardo tem grandes chances de assumir o posto de principal zagueiro artilheiro do clube ainda em 2014. Se mantiver o desempenho do segundo semestre até o fim da temporada, ele vai obter êxito na missão.

O atual capitão alvinegro marcou três gols em 13 partidas na segunda metade do ano. Isso significa que ele estufa as redes uma vez a cada quatro confrontos, aproximadamente. Se continuar nessa toada, poderá marcar mais seis ou sete tentos em 2014. Isso quer dizer que Leo tem chances de terminar a atual temporada com dez gols.

Mas, se fizer mais quatro gols, já iguala Réver e supera sua melhor marca em um ano. Em 2011 e 2012, o defensor, natural do Rio de Janeiro, anotou seis gols, em cada uma das temporadas.

O xerife, porém, não pensa em recordes. “Eu não estou preocupado com isso (recorde), não. Estou preocupado em sempre, devagarzinho, ajudar o Atlético quando ele precisa. Esse é meu interesse. Acho que as coisas vão acontecendo naturalmente, sem pressão”, destacou Leonardo.

Outro pilar da defesa alvinegra, o goleiro Victor aproveitou a deixa para elogiar o companheiro de setor. “O Leo é um jogador de liderança e experiência que tem senso de colocação muito bom e tempo de bola, além de ter um grande caráter. Talvez eu não conheça outro zagueiro tão bom na bola aérea. Mas, mais do que defensivamente, ele é importante e tem ajudado muito na bola parada ofensiva. Fez gols importantes e decisivos como o de ontem (domingo), e contra a Chapecoense também. Toda vez que sobe para a área, oferece perigo”, destacou o arqueiro.

E o camisa 1 está certo. Em várias oportunidades, Leo Silva decidiu jogos para o Galo, como na decisão da Libertadores de 2013, ante o Olimpia, em que anotou o tento que levou o jogo para a prorrogação.

Em várias oportunidades, Leonardo disse que sua identificação com o Atlético é maior do que a de qualquer outro dos nove clubes que defendeu. Em outras palavras, o antigo “cigano do futebol” encontrou seu lugar no Clube Atlético Mineiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave