STJD deve julgar o América no caso Eduardo até a próxima sexta-feira

Paulo Lasmar, integrante do Conselho de Administração do clube, reafirma que não houve erro do Coelho

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Lateral-esquerdo Eduardo já atuou com o técnico Moacir Júnior no futebol paulista
AFC/DIVULGAÇÃO
Lateral-esquerdo Eduardo já atuou com o técnico Moacir Júnior no futebol paulista

O pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) deverá julgar até a próxima sexta-feira o caso envolvendo a suposta utilização irregular do lateral-esquerdo Eduardo pelo América. O Tribunal acatou a denunciado apresentada pelo Joinville de que o jogador atuou pelo São Bernardo na Copa do Brasil, e na Série B do Campeonato Brasileiro fez jogos pela Portuguesa e América, o que infringiria o artigo 49 do Regulamento Geral de Competições 2014 da CBF, que diz respeito a utilização de um mesmo jogador por três clubes diferentes em competições organizadas pela entidade.

“Ficamos sabendo extra-oficialmente da denúncia, mas ainda não recebemos um comunicado oficial”, destacou o advogado Paulo Lasmar, que é integrante do Conselho de Administração do América. Se for condenado, o Coelho corre o risco de perder até 21 pontos no Campeonato Brasileiro, mas o dirigente voltou a afirmar que o clube está tranquilo e que não houve irregularidade na escalação do lateral. “A interpretação que estão fazendo do artigo 49 é simplista e estreita e não tem consonância com o regulamento da Fifa, que diz outra coisa. As pessoas não estão atentas para isso”, declarou o dirigente.

Paulo Lasmar destacou que não iria entrar em mais detalhes sobre quais são essas interpretações do artigo e afirmou que o América só vai dar mais detalhes sobre a sua defesa no dia do julgamento. “A nossa defesa é consistente e confiamos no resultado positivo”, afirmou o advogado. Eduardo foi titular na vitória do América sobre o ABC-RN, por 1 a 0, e ficou no banco de reservas nas vitórias sobre Paraná (1 a 0) e Oeste (3 a 0) e na derrota diante do América-RN (1 a 0).