Brasil inicia 2ª fase do Mundial de Vôlei na liderança

Seleção brasileira fechou a primeira fase com três vitórias e alcançou a pontuação máxima: nove pontos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Brasil tem, nas mãos, chance de chegar à segunda vitória seguida
FIVB - DIVULGAÇÃO
Brasil tem, nas mãos, chance de chegar à segunda vitória seguida

O Brasil nem havia deixado o ginásio de Katowice depois de vencer Cuba pela última rodada da primeira fase do Mundial Masculino de Vôlei, neste domingo, e já estava na liderança do Grupo F na segunda fase da competição na Polônia. Isso porque, dentre os classificados da chave, só a seleção brasileira carrega campanha perfeita.

Pelo regulamento do Mundial, os times dos Grupos B (do Brasil) e C formam o Grupo F da segunda fase, com oito times. Como o Brasil já jogou contra três deles (Alemanha, Finlândia e Cuba), não precisa voltar a entrar em quadra contra esses rivais - o resultado da primeira fase segue valendo.

Desta forma, o Brasil, que fez 3 a 0 na Alemanha e na Finlândia e 3 a 1 em Cuba, tem a pontuação máxima possível (nove pontos). Em segundo aparece a Rússia, que tem oito pontos. Neste domingo, no fechamento do Grupo C, os russos fizeram 3 a 2 na Bulgária e, por isso, deixaram de ganhar um ponto. A chave ainda tem: Alemanha (seis), Canadá (cinco), Bulgária (cinco), Finlândia (dois), Cuba (um) e China (zero).

A campanha brasileira na segunda fase começa quarta-feira, contra a Bulgária. Depois, pega a China (quinta), o Canadá (sábado) e a Rússia (domingo). Se somar seis pontos nas três primeiras partidas (duas vitórias), chega ao clássico do próximo fim de semana apenas cumprindo tabela.

Isso porque avançam os três primeiros de cada um dos grupos. Depois, os seis times serão redistribuídos em dois grupos de três equipes, por sorteio. Aí, os dois melhores avançam para as semifinais.

GRUPO E - Na outra chave, a favorita é a Polônia, que tem nove pontos. Também estão no Grupo E França (sete), Sérvia (seis), Irã (cinco), EUA (quatro), Argentina (três), Itália (dois) e Austrália (zero). Os italianos, aliás, por pouco não foram eliminados no Grupo D. Nas últimas duas rodadas, perdeu de Porto Rico e EUA.

Já deram adeus à disputa do título as seleções de Venezuela, Camarões (Grupo A), Coreia do Sul, Tunísia (Grupo B), México, Egito (Grupo C), Bélgica e Porto Rico (Grupo D). Todos os 13 primeiros do ranking mundial estão na segunda fase. Canadá (15º) China (19º) e Finlândia (26º) completam o top16.