Adolescente briga com homem, diz que “está suave” e vítima é executada

Suspeito prometeu para jovem que não faria nada com seu tio após discussão; em Contagem, um rapaz foi morto na rua de casa

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um adolescente de 16 anos é suspeito de matar um homem após uma discussão, nesse domingo (7), em uma invasão de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Antes do crime, a sobrinha da vítima ligou para o menor e pediu que ele não fizesse nada com seu tio. O jovem teria dito que “estava suave e nada aconteceria”.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, por motivos não esclarecidos, o adolescente brigou com Luís Augusto de Oliveira, de 33 anos, na invasão Vila Ferraz. Horas depois, a vítima foi encontrada pela sobrinha com ferimentos provocados por arma de fogo e facadas. O homem chegou a ser socorrido para o Hospital João de Deus, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo a garota que socorreu o tio, ele era usuário de drogas, mas não devia nada a ninguém. Ela apontou o nome de mais dois suspeitos de 18 e 34 anos. Depois do homicídio, o trio teria fugido para a ocupação Rosa Leão, em Belo Horizonte. Ninguém foi detido e a ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Santa Luzia.

Contagem

Também nesse domingo, Samuel de Carvalho, de 27 anos, foi executado com vários tiros na avenida “A” do bairro Maria da Conceição, em Contagem, também na Grande BH.

O jovem morreu em casa, após correr dos tiros que foram disparados na rua. Populares contaram aos familiares da vítima que o atirador seria um homem branco que vestia uma camisa da Argentina. O local do crime foi descaracterizado pelos parentes de Carvalho.

Autoria e motivação do crime são desconhecidas. A ocorrência foi encerrada da 7ª Delegacia de Plantão de Contagem.

Leia tudo sobre: homicídiossanta luziatráficodrogas