Sobrou até para a Petrobras

iG Minas Gerais |

O escândalo da Petrobras, que ganhou novo capítulo na última sexta-feira, também está sendo explorado pela campanha tucana em Minas Gerais. No site do candidato ao governo estadual pelo PSDB, Pimenta da Veiga, foram colocados “banners” na página inicial com o título “Não podemos deixar a mentira prevalecer”. A peça afirma que o Supremo Tribunal Federal (STF) mandou prender os “amigos de Pimentel”, se referindo aos petistas condenados no processo do mensalão, e que agora, há o “mensalão 2”. A tática ofensiva em Minas é parte da estratégia nacional que está sendo adotada pelo senador e presidenciável Aécio Neves. Ontem, a coluna “Painel”, do jornal “Folha de S.Paulo”, revelou que o deputado federal e presidente do PSDB de Minas, Marcus Pestana, admitiu que o partido “relaxou” em relação ao desempenho de Aécio no Estado. Pestana afirmou que a legenda acreditava “que ele (Aécio) venceria por gravidade, pela força da natureza”, e agora tem 22% das intenções de voto no Estado e está em terceiro lugar, de acordo com a última pesquisa DataFolha. (LA)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave