Inter sofre 'apagão' e leva virada do Figueirense em casa

Em dois minutos, o Figueirense empatou a partida com o Colorado e virou o jogo, vencendo por 3 a 2

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Inter deixou escapar, em casa, uma vitória tida como certa. Perdeu de virada para o Figueirense, no fim da tarde deste domingo, no Beira-Rio, em Porto Alegre. O time colorado jogava mais e estava com dois gols de vantagem, quando tropeçou em campo. Em dois minutos, o Figueirense empatou e virou o jogo, vencendo por 3 a 2.

Com o resultado, o Inter acaba o primeiro turno em terceiro, com 34 pontos, nove atrás do líder Cruzeiro. Já o Figueirense sobe duas colocações e chega ao 12ª lugar, com 24 pontos.

O placar foi aberto aos 15 do primeiro tempo. O goleiro Tiago Volpi se atrapalhou com o lateral Leandro Silva e derrubou Fabrício na área. O juiz marcou pênalti, que D'Alessandro converteu para abrir o placar. O Inter ainda ampliou aos 34. Paulão pegou a sobra da zaga do Figueirense e chutou forte de canhota no ângulo, de fora da área.

O Figueirense descontou na volta para o segundo tempo. Aos 5 minutos, Clayton rolou para Everaldo, que tocou com categoria no gol de Dida. O gol desestabilizou o Inter, que deixou os visitantes empatarem. Aos 29, Marco Antônio cobrou falta pela direita da área colorada. Antes de entrar, a bola desviou na cabeça de Fabrício, que fez contra.

Incrédulo com o empate, o Inter se perdeu de vez. Um minuto depois do gol de empate, o Figueirense aproveitou a saída errada do colorado. Giovanni Augusto bateu forte de fora da área e marcou.

"Não tem como explicar. Tomamos dois gols rapidinho", disse Wellington Paulista, no fim da partida. "Quando a gente só joga meio tempo e acha que as coisas estão resolvidas, acontece isso", disparou Alex.

Quando o time já havia deixado o campo, cerca de 50 torcedores colorados fizeram um forte protesto contra a presidência do Inter, o técnico Abel Braga e o atacante Rafael Moura. "Time sem vergonha", cantava a torcida, perto do vestiário.

FICHA TÉCNICA INTER 2 X 3 FIGUEIRENSE GOLS - D'Alessandro, aos 16, e Paulão, aos 34 minutos do primeiro tempo; Everaldo, aos 5, Fabrício (contra), aos 29, e Giovanni Augusto, aos 30 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Marcelo Aparecido de Souza (SP). CARTÕES AMARELOS - Alex, Jorge Henrique e Wellington Paulista (Inter); Nem, Thiago Heleno, Tiago Volpi e Cereceda. (Figueirense) CARTÃO VERMELHO - Cereceda (Figueirense). RENDA - R$ 476.495,00. PÚBLICO - 21.531 pagantes. LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

INTER - Dida; Gilberto, Paulão, Ernando e Fabrício; Wellington (Wellington Paulista), Willians, Alex, D'Ale e Jorge Henrique (Eduardo Sasha); Rafael Moura. Técnico: Abel Braga.

FIGUEIRENSE - Tiago Volpi; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Roberto Cereceda; Paulo Roberto, Nem (Felipe) , Marco Antônio (Everaldo) e Giovanni Augusto; Clayton (Nirley) e Marcão. Técnico: Argel Fucks.

 

Leia tudo sobre: internacionalsofreapagaoperdeviradafigueirensebrasileiro