Brasileiro é segundo entre melhores do mundo do tiro com arco

Disputa pelo ouro da Copa do Mundo da modalidade foi equilibrada, mas terminou com a vitória do norte-americano Brady Ellison

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Brasileiro terminou com a prata em competição disputada em Lausanne, na Suíça
Reprodução Facebook
Brasileiro terminou com a prata em competição disputada em Lausanne, na Suíça

Prata nos Jogos Olímpicos da Juventude, Marcus Vinicius D'Almeida deu, neste domingo, uma prova ainda maior da sua capacidade. Na Final da Copa do Mundo de Tiro com Arco, em Lausanne (Suíça), evento que reuniu apenas os oito melhores arqueiros da temporada, o garoto brasileiro de apenas 16 anos conquistou uma inédita medalha de prata, a primeira do País em disputas olímpicas no circuito mundial da modalidade. Em um ano em que não há disputa de Campeonato Mundial no tiro com arco, a Final da Copa do Mundo é a competição mais importante. Na prática - inclusive nas contas do COB, que projeta um quadro de medalhas -, Marcus Vinicius D'Almeida fecha 2014 como vice-campeão mundial.  A Final reuniu, na Suíça, os oito melhores de uma temporada de Copa do Mundo que teve quatro etapas (Shanghai, Medellin, Antalya e Wroclaw). Marcus Vinicius, que surgiu no ano passado, não fez final em nenhuma Copa do Mundo, mas teve bom resultado em todas as etapas, chegando a fazer disputa pelo bronze na Polônia.  Empolgado depois da prata em Nanquim, Marcus Vinicius fez uma Final de Copa do Mundo quase perfeita. Na estreia, venceu por 6 a 0 o norte-americano Jake Kaminski. Vale explicar que, no tiro com arco, são até cinco sets, valendo dois pontos cada. Cada atleta, em cada set, tem direito a três flechas, valendo até 10 pontos (para quem acerta o centro do alvo). Ganha o set quem somar mais pontos. Na semifinal, mais um 6 a 0, sobre o francês Pierre Pilhon, levando Marcus Vinicius à final. Na disputa pelo ouro, empate em 4 a 4 com o norte-americano Brady Ellison. A final, então, foi para a flecha desempate. Os dois rivais acertaram um nove, mas a flecha do norte-americano ficou mais perto do alvo, garantindo a ele o título.