Ele tá com tudo!

Depois de uma explosão de flashs com os convidados e distribuição gratuita de charme por onde olhava, puxamos Chay para o canto para uma entrevista

iG Minas Gerais | Lorena K. Martins |

O look escolhido para a ocasião resume o seu estilo: básico com pegada rocker
barbara dutra
O look escolhido para a ocasião resume o seu estilo: básico com pegada rocker

Chay Suede (apelido para Robertchay, pra quem não sabe) tem só 22 anos, mas é a prova viva do poder que tem um papel de galã na novela das nove. Bastou 72 horas de aparição na TV – em uma trama global – para que praticamente todas as mulheres pronunciassem seu nome de tal forma que chega até a parecer um suspiro delirante. Na semana passada o galã fez uma passagem rápida pelo BH Shopping para divulgar a coleção de verão da Schutz, marca para a qual tem emprestado sua performance como cantor em ações por meio de pockets shows. Aqui na capital mineira, entretanto, foi diferente: a voz só ficou para agradecer o carinho da multidão de fãs que se aglomeraram na porta da loja. As que sobreviveram após choro, desmaios e crises histéricas, é claro. 

Apesar da sua explosão repentina na televisão, é na música que o bonito tem investido cada vez mais. Já com um CD lançado, ele também mantém atualizado, criado em novembro do ano passado, seu canal no YouTube chamado de “Ao Vivo no Jardim de Inverno”, onde se reúne com outros músicos para cantar versões mais simpáticas de canções que vão desde “Cilada”, do Molejo, até “Sonífera Ilha”, dos Titãs, dentro de uma espécie de estufa em seu próprio apartamento.

É justamente por essa pegada musical – além da beleza e estilo à la James Dean – que a Schutz o escolheu para ser seu garoto-propaganda durante a trip de divulgações da coleção. “A marca tem essa pegada mais rock, que é a cara dele, então casou perfeitamente. Todo mundo está querendo saber dele”, justifica Shantal Abreu, relações-públicas da marca.

Depois de uma explosão de flashs com os convidados e distribuição gratuita de charme por onde olhava, puxamos Chay para o canto – sem trocadilhos, por favor – para conversar com ele um pouco sobre o seu estilo e os projetos futuros. Mesmo cansado e com respostas de poucas palavras, ele nos concedeu com exclusividade uma entrevista e, logo depois – mais tranquilo com os gravadores desligados, finalmente – também nos mostrou seus novos “rabiscos” no braço: uma âncora tatuada no estilo de marinheiro e um leão com traços inspirados em desenhos feitos por uma de suas irmãs mais novas. Antes de suspirar ainda mais, confira o bate-papo a seguir para saber o que o “Chaaaaaay” nos reserva.

Percebo muito no seu Instagram essa sua pegada bem estilosa. Você se veste bem, é fato. Mas, agora que está aparecendo bastante, está mais preocupado com a moda?

Até que não. No Instagram só aparece o que eu estou vestindo mesmo porque não postaria nada pelado (risos). Mas, na verdade, não mudou nada. Não tenho personal stylist. Sou bem básico, roupa pra mim é jeans, bota, camiseta e jaqueta. É isso aqui que eu uso (aponta o que estava vestindo: uma camiseta branca com uma camisa preta por cima, jeans e coturno).

Você é músico. Me conta o que tem ouvido ultimamente?

Estou ouvindo mais música agora do que em toda a minha vida, como Bob Marley & The Wailers, Paul McCartney e também muito blues dos anos 30.

Qual o último livro que você leu ou está lendo atualmente?

Acho que você tem um dos canais mais divertidos do YouTube (O Jardim de Inverno). Agora que você está vivendo essa loucura toda, queria saber se vai continuar com ele.“Seis Propostas pro Novo Milênio”, do Calvino. E também sempre ando com o “Primeiro Caderno do Aluno de Poesia”, do Oswald de Andrade.  

Eu também acho massa o canal. Vai continuar, sim, a gente ainda está decidindo como voltar a fazer. Estamos dando um tempo, um intervalo, mas com certeza vai continuar. É uma coisa que eu amo fazer, e me dá muita felicidade. Juntamos pessoas interessadas para fazer um som diferente, e isso só pode ser positivo.

E foi você quem teve a iniciativa do canal?

Foi, eu sonhei com ele. Eu tinha mudado para o meu apartamento e lá tinha um jardim de inverno, tipo uma estufa para plantas. Aí imaginei que ali poderia acontecer alguma coisa e fiquei pensando nisso. Quando fui dormir, sonhei com esse espaço e já acordei com o nome do projeto. Durante o sonho eu tive esse “insight” do nome (Ao vivo no Jardim de Inverno) e me imaginei recebendo pessoas, tocando e fazendo versões. Aí resolvi fazer, chamei um pessoal, e deu certíssimo!

Você já tem um CD gravado (lançado em outubro deste ano) e agora está gravando um EP. Pretende entrar em turnê e fazer show?

Sim, estamos montando todo um planejamento para fazer shows em breve para divulgar o EP.

E seus planos daqui pra frente, principalmente na TV, quais são?

Eu vou estar na próxima novela das nove na Globo, que começa no fim deste ano, e vai se chamar “Babilônia”. Só posso dizer que meu personagem se chama Rafael porque é tudo o que eu sei dele por enquanto.

Você deve estar cansado de ouvir, mas qual é o seu estado civil?

Tô solteiro!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave