ABC se reabilita e quebra a série invicta do Santa Cruz

Após duas derrotas seguidas, equipe potiguar fez 2 a 1 na Arena das Dunas, com gols de Somália e Suéliton

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Depois de sofrer duas derrotas seguidas, o ABC conseguiu a sua reabilitação ao bater o Santa Cruz por 2 a 1, neste sábado, na Arena das Dunas, em Natal, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Esta rodada abriu o returno e deixou o time potiguar com 27 pontos, em 11.º lugar, esquecendo as derrotas para Vila Nova e Bragantino. Do outro lado, o clube pernambucano perdeu cinco jogos de invencibilidade, continuando com 27 pontos, em 12.º. Perde a posição para o rival pelo número de vitórias: 8 a 6.

O técnico Zé Teodoro armou um esquema ofensivo para voltar a vencer, com três atacantes: Dênis Marques, João Paulo e Rodrigo Silva. E impôs uma pressão inicial em busca do primeiro gol. Aos três minutos, o goleiro Tiago Cardoso espalmou um chute à queima roupa de Rodrigo Santos.

No minuto seguinte saiu o gol. Rodrigo Silva começou a jogada pelo lado esquerdo e a defesa aliviou. Mas Somália pegou o rebote de primeira, batendo de perna esquerda. O chute não saiu forte, mas Tiago Cardoso estava com a visão encoberta e demorou para cair na bola. Ela, caprichosa, tocou no pé da trave e entrou.

O Santa Cruz demorou para ganhar espaço no meio de campo e ameaçar na frente. Só criou a rigor uma chance real em um chute de Keno, aos 24 minutos, mas a bola tocou na rede por fora.

Na ida para os vestiários, Rodrigo Silva, sentindo uma lesão, pediu para ser trocado. Em seu lugar entrou Xuxa. E Zé Teodoro reforçou o meio de campo com a entrada de Lúcio Flávio na vaga de João Paulo. Com isso, ele abandonou o esquema com três atacantes.

Mas a sorte estava mesmo do lado do time potiguar. Após levantamento do lado esquerdo, houve desvio de cabeça e a bola sobrou do outro lado para o zagueiro Suéliton. Na pequena área, ele ajeitou e bateu de perna esquerda, no ângulo. Um belo gol, aos três minutos.

O Santa Cruz não se entregou e teve três chances reais nos pés de Keno. Em uma vez, ele chutou em cima do goleiro Gilvan e nas outras duas chutou para fora. Aos 27 minutos, Léo Gamalho foi lançado pelo lado direito, invadiu a grande área e bateu cruzado diminuindo para o time pernambucano.

Nos acréscimos, Madson invadiu a área e foi derrubado por Renan Fonseca: pênalti. No minuto seguinte, Dênis Marques cobrou, mas o esperto goleiro Tiago Cardoso defendeu duas vezes e a defesa aliviou, evitando o terceiro gol.

Pela 21.ª rodada, nesta terça-feira, o ABC vai até a cidade de Varginha (MG) para medir forças contra o Boa, a partir das 17 horas. O Santa Cruz voltará a atuar no estádio do Arruda, no Recife, no mesmo dia, mas às 19h30, diante da Portuguesa, que luta contra o rebaixamento.

Leia tudo sobre: abcsanta cruzsérie bbrasileirãonatalsuélitonsomália