Pressionada, Chapecoense muda time para pegar Goiás

Catarinenses podem deixar o esquema tático 4-5-1 e apostar em dois meias de armação e dois atacantes diante do clube esmeraldino

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Uma equipe que faz poucos gols fica mais distante das vitórias. Pressionada pelos clubes que ocupam a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e com o terceiro pior ataque da competição (13 gols), a Chapecoense vai mudar a disposição tática para enfrentar o Goiás, neste sábado, às 21 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC), em partida válida pela 19.ª rodada.

Para melhorar o aproveitamento ofensivo, os catarinenses podem deixar o esquema tático 4-5-1 e apostar em dois meias de armação e dois atacantes diante do clube esmeraldino de Goiás.

As derrotas para Cruzeiro e Botafogo nos dois últimos jogos reaproximaram a Chapecoense da zona da degola e ligaram o alerta no clube. Na 15.ª colocação, com 19 pontos, a equipe busca uma vitória para se manter distante da Série B em 2015. "A gente tem a necessidade de uma vitória e vamos mexer. Essas mudanças são para buscar a vitória, mas de maneira equilibrada. A gente não pode fazer um jogo arriscado", disse o técnico Celso Rodrigues.

Ao que indicou o treinador durante a semana, o time terá mudanças em todos os setores. O zagueiro Rafael Lima está lesionado e dá lugar a Douglas Grolli, o lateral-esquerdo Rodrigo Biro volta ao time titular, o volante Diones ocupa a vaga de Abuda, que cumpre suspensão, e Bruno Rangel terá a companhia de Tiago Luis no ataque.