Empresa aérea desrespeita horário e avião é impedido de decolar

Documento da Infraero já informava sobre interdição das pistas de pouso e decolagem das 23h às 6h, entre os dias 3 e 9 deste mês; 167 passageiros foram levados para hotéis, e seguiram viagem nesta sexta

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Um avião da Gol foi impedido de decolar do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, região metropolitana de Belo Horizonte, na noite dessa quinta-feira (4). O contratempo se deu porque a empresa teria desrespeitado o horário de fechamento das pistas de pouso e decolagem, fechada para obras de ampliação.

A Companhia prestou assistência aos 167 passageiros, oferecendo hospedagem em hotéis da região, e lamentou pelos transtornos causados. Os passageiros seguiram viagem às 11h desta sexta (5).

Conforme a Infraero, já existe um documento que tem por finalidade divulgar, antecipadamente, toda informação aeronáutica que seja de interesse direto e imediato à segurança, regularidade e eficiência da navegação aérea) em vigor, sobre a interdição da pista do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, entre os dias 3 e 9 de setembro, de 23h às 6h. O procedimento foi motivado para garantir a segurança dos passageiros. Conforme aprovação e autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) juntamente com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), esse rito foi informado, discutido e aprovado junto às companhias aéreas em reuniões realizadas justamente sobre o tema.

Dessa maneira, os voos 9922, com destino a Porto Seguro, e 1724, para Recife, não foram autorizados a decolar já que descumpriam o horário de interdição para a realização da obras.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave