Bruno Soares é bicampeão nas duplas mistas no US Open

Brasileiro jogou com a indiana Sania Mirza e, juntos, derrotaram a americana Abigail Spears e o mexicano Santiago Gonzalez

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Até o momento, Bruno conquistou 34 vitórias e perdeu outras 16 partidas em 2014
DIVULGAÇÃO ASSESSORIA BRUNO SOARES
Até o momento, Bruno conquistou 34 vitórias e perdeu outras 16 partidas em 2014

Bruno Soares se sagrou bicampeão do US Open nesta sexta-feira ao vencer, ao lado da indiana Sania Mirza, a local Abigail Spears e o mexicano Santiago Gonzalez na decisão das duplas mistas. Em um final de partida sofrido, Soares e Mirza desperdiçaram cinco match points antes de fechar o jogo por 6/1, 2/6 e 11/09.

Foi o segundo título de Grand Slam do brasileiro, que faturara a primeira conquista justamente nas duplas mistas do US Open de 2012, ao lado da russa Ekaterina Makarova. Soares tem ainda outras duas finais de Slam, ambas no ano passado, nas duplas mistas de Wimbledon e nas duplas masculinas, ao lado do austríaco Alexander Peya, no US Open.

Com a conquista, o brasileiro alcançou seu melhor resultado do ano, depois de acumular cinco vice-campeonatos em sete finais disputadas nas duplas masculinas - venceu na grama de Queen's, na Inglaterra, e no Masters 1000 de Toronto, no Canadá.

O troféu também dá confiança a Soares para seguir em busca da vaga no ATP Finals, que reunirá as oito melhores duplas da temporada em Londres, em novembro. E também para o duelo com a Espanha pela repescagem da Copa Davis, na próxima semana, em São Paulo. Ele vai formar dupla com Marcelo Melo.

Nesta sexta-feira, Soares e Mirza tiveram um início de jogo arrasador. Com firmeza nos golpes, a dupla tirou vantagem dos seguidos erros dos rivais e cedeu apenas um game no primeiro set. No entanto, Gonzalez e Spears reagiram na segunda parcial e empataram o duelo.

A final, então, foi decidida no match tie-break. E o brasileiro e a indiana não perderam tempo. Faturaram um mini-break logo no início e ampliaram a vantagem até abrir cinco match points, todos desperdiçados, ora por erros bobos ora por bons golpes dos adversários. Foi somente na sexta chance que Soares e Mirza puderam enfim comemorar o título.

Leia tudo sobre: tenisbruno soaresus opencampeao