TSE mantém cassação de prefeito e vice-prefeito de Lavras

Com a decisão, Silas Costa Pereira (PSDB), que foi o segundo colocado nas eleições de 2012, assume a prefeitura

iG Minas Gerais | Da redação |

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve, por maioria de votos, a cassação de Marcos Cherem e Aristides Silva Filho, respectivamente prefeito e vice-prefeito de Lavras, no Sul de Minas. A decisão foi tomada nessa quinta-feira (4), quando o TSE derrubou a liminar que mantinha os cargos até o julgamento do recurso especial.

Marcos Cherem e Aristides Silva Filho tiveram os mandados cassados por abuso de poder econômico e uso indevido de meios de comunicação. Acompanhando a divergência aberta pelo ministro Henrique Neves, o Plenário não conheceu do recurso do prefeito e vice-prefeito porque teria de reexaminar fatos e provas, o que não é possível por meio de recurso especial

Henrique Neves entendeu que o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), que cassou os políticos, analisou minuciosamente a potencialidade e a gravidade dos fatos e o conhecimento do recurso envolveria a revisão desses fatos e provas. 

Com a decisão, Silas Costa Pereira (PSDB), que foi o segundo colocado nas eleições de 2012, e já havia sido diplomado para o cargo, assume a prefeitura de Lavras.  

Leia tudo sobre: politicacassaçãomandato