STJD reduz multa do Palmeiras por quebra de cadeiras em clássico

Verdão teve pena reduzida de R$50 mil para R$5 mil, após comprovar ressarcimento ao Corinthians

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Auditores do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiram com unanimidade a redução da multa aplicada ao Palmeiras, pelo quebra-quebra de mais de 250 cadeiras na Arena Corinthians, durante o clássico que ocorreu na 12ª rodada do Brasileirão Série A. O valor da multa foi reduzido de R$50 mil para 5 mil reais, já que o Verdão fez um acordo formal com o Corinthians e realizou o pagamento total de R$59 mil pela troca das cadeiras quebradas. A audiência foi realizada na manhã desta sexta-feira.

Durante o clássico, imagens produzidas por câmeras de TV mostraram os torcedores cantando e pulando em cima das cadeiras intencionalmente, mas nenhuma briga foi registrada. Ao todo 258 cadeiras foram quebradas.  Por causa disso, a procuradoria do STJD denunciu os dois clubes por infração ao artigo 213, I, e §§1º e 2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva por não previnir e reprimir a ação dos torcedores.

No julgamento em primeira instância, o Palmeiras foi multado em R$50  mil e o Corinthians foi absolvido ao comprovar a prevenção contra a violência no estádio. O jurídico do Verdão recorreu da multa. Durante a audiência de hoje, o advogado de defesa, André Sica  destacou que o episódio de vandalismo ocorreu em outras partidas e citou a postura da diretoria do Palmeiras após o fato.

“O fato ocorreu. Um clássico que trouxe certo orgulho. Não houve nenhuma ocorrência de confronto entre as equipes. O policiamento foi extremamente bem e o Palmeiras participou de todas as reuniões. No primeiro jogo da Arena, torcedores da casa subiram nas cadeiras e torceram pulando. Foram cerca de 170 cadeiras. O mesmo ocorreu na partida entre Argentina e Holanda. No jogo em questão, foi feita a vistoria após a partida e o Palmeiras identificou torcedores, ressarciu o Corinthians e entregou todas as provas para a polícia”, defendeu o advogado.

A decisão do STJD para reduzir a multa do Palmeiras de R$50 mil para R$5 mil foi em última instância. 

Leia tudo sobre: palmeirasstjdpenamultacadeirasfutebolestadioitaquerao