Rosberg reage, mas não supera tempo de Hamilton

Alemão líder do campeonato foi o mais rápido na segunda sessão livre do GP de Monza, mas Hamilton terminou o dia com o melhor tempo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Para Rosberg, a confiança conquistada na estreia não deve afetar o trabalho contínuo na fábrica
Reprodução/Facebook
Para Rosberg, a confiança conquistada na estreia não deve afetar o trabalho contínuo na fábrica

Após ser superado por Lewis Hamilton no primeiro treino, Nico Rosberg mostrou reação nesta sexta-feira e foi o mais rápido da segunda sessão livre do GP da Itália. O alemão, contudo, não conseguiu correr abaixo do tempo registrado pelo companheiro de Mercedes na primeira atividade do dia em Monza.

Rosberg marcou o tempo de 1min26s225, abaixo do 1min26s995 registrado no início do dia. Mas insuficiente para superar o 1min26s187 exibido por Hamilton na primeira sessão. O inglês colocara mais de meio segundo de vantagem sobre Jenson Button, o segundo mais rápido, e sobre o próprio Rosberg.

Assim, Hamilton terminou o dia com o melhor tempo desta sexta, obtido ainda no primeiro treino livre, algo incomum na Fórmula 1 - a tendência é que os pilotos melhorem seus tempos com o passar das sessões até a classificação de sábado.

No segundo treino, o inglês teve dificuldades com seu carro, mas não deixou de se destacar. Ele entrou na pista somente nos 30 minutos finais do treino, por conta de problema elétrico em sua Mercedes, e, mesmo participando de apenas um terço da atividade, marcou o segundo tempo da sessão, com 1min26s286, pouco acima de Rosberg.

Com grande ritmo, poderia ter superado o alemão, caso tivesse a oportunidade de percorrer mais voltas no traçado italiano. Foram apenas 16, contra 41 voltas do companheiro de equipe. Na primeira sessão, Hamilton completara 25 e Rosberg, 27.

O terceiro mais rápido do segundo treino foi o finlandês Kimi Raikkonen, que deixou o companheiro Fernando Alonso para trás. Ele marcou 1min26s331, contra 1min26s565 do espanhol, quarto colocado na sessão.

Felipe Massa foi o nono mais veloz, atrás novamente do companheiro de Williams, Valtteri Bottas. O brasileiro registrou o tempo de 1min26s935, diante de 1min26s758 do finlandês, quinto mais rápido. O inglês Jenson Button foi o sexto da sessão, seguido do alemão Sebastian Vettel, do dinamarquês Kevin Magnussen e do australiano Daniel Ricciardo.

Vencedor da prova italiana em 2013, Vettel voltou a superar Ricciardo em Monza. Mais rápido no início do dia, o alemão também foi mais veloz na segunda sessão, com o tempo de 1min26s762. O australiano, único a desbancar a Mercedes nas corridas deste ano, marcou 1min26s992.

Os pilotos voltam à pista na manhã deste sábado, às 6 horas (de Brasília), para o terceiro treino livre. A sessão que vai definir o grid de largada vai começar às 9 horas, mesmo horário da corrida, no domingo.

Leia tudo sobre: NICO ROSBERGHAMILTONMERCEDESFÓRMULA 1