Cláudia Abreu perpassa sua trajetória artística

Em entrevista a Roberto D’Ávila, atriz fala de seus mais de 30 anos de carreira

iG Minas Gerais | da redação |


Cláudia conta que pretende abrir uma companhia de teatro
Globo
Cláudia conta que pretende abrir uma companhia de teatro

Despretensiosamente, quando tinha apenas 10 anos, Cláudia Abreu começou a fazer teatro no Tablado, tradicional escola de artes cênicas do Rio de Janeiro. Seis anos depois, ela já fazia sua estreia na televisão, na novela “Hipertensão” (Globo, 1986).

De lá pra cá, passados mais de 30 anos, Cláudia já deu vida a inúmeros personagens na TV, no teatro e no cinema. É sobre esses anos de trajetória artística que a atriz conversa com Roberto D’Ávila, na GloboNews. A entrevista vai ao ar na madrugada de sábado para domingo, à 0h05.

Mãe de quatro filhos e também formada em filosofia, Cláudia conta que muitos de seus personagens têm em comum com ela uma característica importante: o bom humor. “Se levar a sério é muito chato. É claro que você deve encarar a vida com responsabilidade, levar os compromissos a sério, mas rir de si mesmo é muito bom”, garante. E o bom humor é também a marca de Pamela Parker-Marrade, sua personagem em “Geração Brasil”, novela das sete da Globo. “Foi uma alegria voltar a trabalhar com os diretores e os autores de ‘Cheias de Charme’ porque a criatividade deles é tão incrível que é um prato cheio para qualquer ator”.

Antes de “Geração Brasil”, Cláudia foi a Chayene de “Cheias de Charme”, a primeira novela da dupla Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, exibida em 2012. A atriz conta que foi ela própria quem pediu para interpretar esse personagem pela oportunidade rara em poder, além de atuar, cantar de verdade e contracenar com grandes nomes da música brasileira como Roberto Carlos, Ivete Sangalo, Zezé Di Camargo e até dar um selinho no Rei.

Depois de tantos trabalhos bem-sucedidos, Cláudia revela que ainda tem vontade de realizar outros projetos, como ter uma companhia de teatro e escrever as próprias peças.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave