Pimentel volta a atacar gestão tucana

De acordo com o ex-ministro de Desenvolvimento, o governo do Estado foi “incapaz” de solucionar o impasse sobre o gasoduto e não abriu o debate para a questão

iG Minas Gerais | Denise Motta |

Líder nas pesquisas de intenções de voto para governador, o petista Fernando Pimentel mantém a tática de atacar a gestão tucana em Minas. Em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, ele destacou o posicionamento do governo mineiro em relação à construção de um gasoduto na região. Pimentel se comprometeu a levar adiante a obra e ainda trouxe para si os “louros” desta viabilização.  

“Temos o compromisso de fazer o gasoduto e, mais do que isso, foi o nosso trabalho como ministro no governo federal que trouxe a fábrica de amônia pra Uberaba. Mas a fábrica, que já está sendo construída pela Petrobras, não resolve o problema. Tem que ter o gasoduto ligando lá”, disse o candidato, emendando que o Executivo mineiro colocou em discussão a privatização da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) para viabilizar o gasoduto.

De acordo com o ex-ministro de Desenvolvimento, o governo do Estado foi “incapaz” de solucionar o impasse sobre o gasoduto e não abriu o debate para a questão. Sobre os recursos financeiros para a obra, ele destacou que a Cemig, detentora da Gasmig, tem suporte, mas, se necessário, serão aportados do BNDES. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave