Dupla que baleou funcionária de farmácia em Curvelo é presa

Mulher, de 37 anos, está em estado grave após ser atingida no pescoço e ficar com o projétil alojado em uma de suas vértebras

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Durante a ação, suspeito chegou a apontar a arma para a cabeça de um dos funcionários
Polícia Civil/Divulgação
Durante a ação, suspeito chegou a apontar a arma para a cabeça de um dos funcionários

A Polícia Civil (PC) de Curvelo, na região Central do Estado, prendeu nesta quinta-feira (4) três pessoas suspeitas de envolvimento no assalto à uma farmácia que terminou com uma funcionária baleada, na noite da última quarta-feira (3). A vítima, de 37 anos, foi atingida no pescoço e o projétil ficou alojado em uma das vértebras da coluna. Ela está no Hospital de Sete Lagoas, onde seria submetida a um procedimento cirúrgico para a retirada do projétil.

Segundo as informações do delegado responsável pela investigação, André Pelli, a mulher e o seu colega de trabalho, de 55 anos, trabalhavam na drogaria por volta das 21h35 quando chegou um dos autores, de 20 anos, armado com um revólver calibre 22. Após ameaçar os funcionários, inclusive apontando a arma para a cabeça das vítimas, o suspeito levou o celular da mulher. Porém, quando o homem já estava próximo à porta de saída, a vítima esboçou que jogaria algo nele, que acabou efetuando o disparo que a atingiu. 

Em seguida, o autor teria fugido na garupa de uma moto Honda Broz vermelha que era conduzida pelo seu comparsa, também de 20 anos. "As câmeras de segurança do estabelecimento registraram toda a ação e foram usadas no trabalho de identificação dos autores, que foram presos nesta quinta", lembrou o delegado. 

Com a dupla os policiais conseguiram apreender as roupas e o capacete usado pelo homem no crime, o telefone celular da vítima. "A arma usada por eles foio encontrada com um adolescente de 16 anos, que foi trocada por uma pulseira prateada na manhã desta quinta", explicou o delegado. A moto usada na fuga pertencia a outro rapaz, de 26 anos, que teria emprestado o veículo para os autores. 

Após a prisão, outras vítimas reconheceram o atirador como autor de outro crime de roubo. A dupla foi presa em flagrante. 

Leia tudo sobre: assaltofarmáciacurveloatendentebaleadapescoçoferidaladrõespresos