Bruno segue com dor e é dúvida na seleção de vôlei

Levantador do Brasil se chocou com o pé do ponteiro Maurício ao tentar salvar uma bola

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Bruninho ainda não sabe se terá condições de entrar em quadra nesta sexta
Divulgação/FIVB
Bruninho ainda não sabe se terá condições de entrar em quadra nesta sexta

A seleção brasileira masculina de vôlei pode ter um importante desfalque para a terceira partida do Mundial da Polônia. Após deixar a vitória por 3 sets a 0 sobre a Tunísia, na quarta-feira, com um problema no dedo indicador da mão direita, o levantador Bruno segue com dores no local e pode ficar de fora do duelo diante da Finlândia, nesta sexta-feira.

Bruno se chocou com o pé do ponteiro Maurício ao tentar salvar uma bola no terceiro set. Encaminhado ao hospital, o jogador passou por diversos exames, que não constataram fratura. No entanto, ele próprio admitiu que ainda sente dores no local nesta quinta e por isso pode ficar de fora.

“Hoje (quinta), acordei com dor, o que é natural, já que a pancada aconteceu ontem à noite. Ainda não temos uma definição sobre o jogo de amanhã. Vamos fazer uma nova avaliação a cada dia para saber como vai evoluir esse quadro”, explicou.

Se Bruno não puder atuar, o reserva Raphael garante estar pronto para substitui-lo. “O Bruno é um jogador que vai fazer muita falta, em vários aspectos, se não puder jogar. Ele soma muito para todos nós, mas uma das grandes forças do Brasil é a qualidade do grupo. Os 14 estão preparados e sabem da responsabilidade que têm de representar bem o país. Espero que o Bruno esteja apto a jogar o mais rápido possível”.

Sobre o adversário desta sexta, o ponteiro Lucarelli admitiu preocupação. “O time da Finlândia é muito bom. Em 2012, jogamos contra eles e sabemos que tem um grupo com jogadores bem rodados experientes, e, com certeza, vai ser uma partida complicada. São atletas que acumulam muito conhecimento em competições internacionais e vamos precisar estudar bastante o time deles para chegar bem na sexta-feira”, avaliou.

Leia tudo sobre: brunoseguedorduvidaseleçao brasileiralevantador