Justiça de Goiás decreta prisão preventiva de Cadu

"Já não tenho dúvida do envolvimento dele com o latrocínio de domingo", disse o delegado Thiago Damasceno Ribeiro, responsável pela investigação

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O juiz Gustavo Dalul Faria, da 5ª Vara Criminal de Goiânia, decretou a prisão preventiva de Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, 28, nesta quarta-feira (3). Cadu foi transferido da carceragem da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios para o Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia (a 16 km de Goiânia).

Nesta quarta-feira (3), testemunhas reconheceram Cadu como participante de um latrocínio ocorrido no domingo (31) e uma tentativa de latrocínio, na quinta-feira (28). "Já não tenho dúvida do envolvimento dele com o latrocínio de domingo", disse o delegado Thiago Damasceno Ribeiro, responsável pela investigação.

Cadu foi preso em flagrante na segunda-feira (1º) dirigindo o carro roubado no domingo. Cadu negou a participação nos assaltos, mas admitiu que recebeu dinheiro para transportar o veículo roubado.

No decreto de prisão, o juiz afirma que "houve o reconhecimento por testemunhas como sendo o autuado quem efetuou a subtração dos bens e efetuou os disparos que levaram a vítima à morte". Além disso, Faria diz que a prisão é necessária para garantir a ordem pública.

Cadu é assassino confesso do cartunista Glauco Vilas Boas e do filho dele Raoni Vilas Boas, em 2010. Ele foi absolvido por ser considerado inimputável devido à esquizofrenia.

Tratamento

Cadu ficou internado em São Paulo e foi transferido para uma clínica de Goiânia, em 2012, para ficar próximo do pai.

Em 2013, a juíza Telma Aparecida Alves autorizou que seguisse o tratamento em liberdade, com base em parecer favorável de uma junta médica do Tribunal de Justiça, do Ministério Público e do Paili (Programa de Atenção Integral ao Louco Infrator).

Segundo o Paili, Cadu era atendido periodicamente por psicólogos e psiquiatras. Os relatórios dos atendimentos, segundo o Ministério Público e o Tribunal de Justiça, mostravam o quadro de esquizofrenia estabilizado. De acordo com o Paili, o último relatório, de agosto, mostra um quadro "positivo" de Cadu.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave