Dilma diminui vantagem de Marina no segundo turno

Presidente recuperou-se, mas candidata do PSB ainda é favorita

iG Minas Gerais | Da Redação |

A presidente Dilma Rousseff (PT) recuperou três pontos e diminuiu a vantagem de Marina Silva (PSB) no segundo turno das eleições para o Palácio do Planalto. É o que mostra pesquisa Ibope contratada pela TV Globo e pelo jornal "Estado de S.Paulo", que divulgou os resultados nesta quarta-feira.No entanto, a candidata do PSB continua favorita para vencer a eleição no segundo turno, de acordo com o instituto. Se as eleições fossem hoje, de acordo com o Ibope, Dilma teria 37% dos votos. Na pesquisa anterior, no dia 26 de agosto, a petista tinha 34%. Marina Silva, que tinha 29% no levantamento anterior, subiu quatro pontos, indo para 33%. Como a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, elas estão tecnicamente empatadas. O candidato do PSDB, Aécio Neves, caiu de 19% para 15% no levantamento desta quarta-feira. Pastor Everaldo (PSC) alcançou 1% da preferência, mesmo índice do levantamento anterior, enquanto os outros candidatos, juntos, somaram 2% da preferência. Brancos e nulos continuam somando 7%, enquanto os indecisos caíram de 8% para 5%. Embora Marina tenha ganhado mais pontos que Dilma no primeiro turno, no segundo, a diferença diminuiu. A candidata do PSB avançou de 45% para 46%, enquanto Dilma passou de 36% para 39%. Com a margem de erro a distância pode estar entre seis e nove pontos. Na disputa de Dilma contra Aécio, a presidente teria 47%, enquanto o tucano somaria 34%. Antes, Dilma tinha 41%, enquanto Aécio somava 35%. A pesquisa ouviu 2.506 eleitores, em 175 municípios, entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-00514/2014.

Leia tudo sobre: eleiçãoibope