Bancos públicos reduzem juros e vão fazer até feirão de veículo

Lojas de BH apostam em promoções e crédito facilitado com prazos de até 60 meses

iG Minas Gerais | Queila Ariadne |

Aquecimento. Independente de taxas promocionais de bancos para financiar novos e usados, revendas vão apostar em promoções
DANIEL IGLESIAS/O TEMPO
Aquecimento. Independente de taxas promocionais de bancos para financiar novos e usados, revendas vão apostar em promoções

O setor de veículos, que acumula queda de 9,51% nas vendas dos oito primeiros meses do ano, esperava uma recuperação a partir de agosto. Mas, em vez dela, o segmento foi surpreendido por uma retração de 17,12% em relação ao mesmo mês do ano passado. Na esperança de sacudir as vendas e dar a volta por cima, os bancos públicos começam a dar o exemplo e baixar os juros. “Quando isso acontece, agrega mais consumidores”, destaca o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Flávio Meneghetti.  

Desde nesta terça, o Banco do Brasil já está oferecendo taxas promocionais a partir de 0,97% ao mês para financiar veículos novos e 1,18% ao mês para veículos usados, com prazo de até 60 meses. A linha de crédito está disponível aos correntistas nas agências do Banco do Brasil. A carência para pagar é de 180 dias. E a partir desta quinta, a Caixa Econômica Federal realiza, em todo o Brasil, um feirão para facilitar a compra de novos e usados. Os juros mensais, que estão na casa de 1,23%, cairão para até 0,93%.

Os prazos, que normalmente são de 48 meses, poderão ser esticados para até 60 meses. Outra vantagem será uma carência de três meses para pagar a primeira parcela.

A expectativa do banco é financiar R$ 300 milhões. O Salão Auto Caixa funcionará de 4 a 6 de setembro, em 1.100 concessionárias do Brasil. A supervisora de vendas da Roma Fiat, Daniela Neres, explica que, durante o feirão da Caixa Econômica Federal, além do corte dos juros, o valor da entrada também será reduzido.

“Trabalhamos com uma taxa de 1,19%, para entrada de 40% e o restante em 48 vezes. Vamos baixar a entrada para 30%, com juros de 0,99% ao mês”, exemplifica Daniela. Segundo a supervisora, no acumulado do ano a concessionária teve queda de 15% nas vendas.

Promoções. Independentemente do feirão, a esperança do setor está nas promoções. “Em setembro, o Sandero que acabou de ser lançado está com um preço mais competitivo do que o lançamento do ano passado, de R$ 30.990 para R$ 29.990”, exemplifica o gerente da Renault Valence da Barão Homem de Melo, Haroldo Ramos.

Na Recreio da Barão Homem de Melo, mais um modelo entrou para o rol da taxa zero. “A promoção de 60% de entrada mais 12 meses sem juros era para Gol, Voyage e Fox. Agora incluímos o Up, a partir de R$ 27. 520”, afirma o gerente geral da concessionária, Alexandre Soares. Lá, as vendas acumulam uma queda de 17% no ano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave