Depois de Ferrer, Robredo desiste de jogar Davis em SP

Duelo com Brasil vale vaga no Grupo Mundial, que reúne a elite do tênis mundial

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Associated Press
undefined

Depois de David Ferrer, Tommy Robredo também anunciou que não defenderá a equipe da Espanha no confronto com o Brasil pelos playoffs da Copa Davis, entre os dias 12 e 14 deste mês, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. O duelo vale vaga no Grupo Mundial, que reúne a elite do tênis mundial.

Robredo, assim como Ferrer, alegou cansaço para desfalcar o time nacional em solo brasileiro. "O corpo precisa de descanso e minha cabeça também. Tive apenas dois dias livres neste verão (da Europa) e acredito que mereço (esta folga)", declarou o espanhol, eliminado nas oitavas de final do US Open, na noite de segunda-feira.

O tenista disse ainda que não se sente motivado para disputar a competição entre países. "Espero um fim de ano muito duro e a verdade é que não tenho muita motivação para chegar em Barcelona pegar o avião para o Brasil, jogar na próxima semana, voltar três dias depois e depois seguir para China, Moscou, Valência e Paris", disse, enumerando a sequência do calendário da ATP.

Antes de Robredo, 18º do ranking, David Ferrer também alegara cansaço para ficar de fora do confronto com os brasileiros. Ferrer é o atual número cinco do mundo e o segundo melhor espanhol do circuito. Só está atrás de Rafael Nadal, que está praticamente fora do duelo da Davis por lesão.

Uma contusão no punho direito o deixou de fora do circuito desde Wimbledon. Sem se recuperar totalmente, ele perdeu o US Open e só deve voltar às competições no fim do mês, em Pequim.

Mesmo sem seus três principais tenistas, a Espanha deve vir ao Brasil com uma equipe forte. Roberto Bautista Agut, atual número 19 do ranking, Feliciano López, 21º do mundo, e Nicolas Almagro (29º) são os principais cotados para jogar as partidas de simples. Nas duplas, Fernando Verdasco e David Marrero, atuais campeões do ATP Finals, devem ser os convocados pelo capitão Carlos Moya, nesta terça-feira.  

Leia tudo sobre: depoisFerrerRobredodesistejogarDavisSP