Dorival Júnior é o preferido para comandar o Palmeiras

Antes da diretoria alviverde optar pela vinda de Gareca, o brasileiro era o segundo nome da lista de preferidos para o cargo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Dorival Júnior espera tirar rapidamente chances de queda do Tricolor Carioca na Série A
Nelson Perez/Fluminense F.C.
Dorival Júnior espera tirar rapidamente chances de queda do Tricolor Carioca na Série A

Dorival Júnior é o favorito do presidente Paulo Nobre para substituir o argentino Ricardo Gareca no Palmeiras. O técnico deixou o Fluminense no fim do ano passado, quando foi matematicamente rebaixado no Campeonato Brasileiro, e desde então está sem clube. Antes da diretoria optar pela vinda de Gareca, Dorival era o segundo nome da lista de preferidos para o cargo.

Nesta segunda-feira, Dorival Júnior disse à reportagem que ainda não havia recebido contatos do Palmeiras, embora estivesse à disposição para negociações. O ex-volante tem ligações históricas com o clube, por onde já atuou e é sobrinho de Dudu, ídolo histórico da torcida.

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, enumerou que um dos requisitos para ser o novo técnico é ser sério e ter identificação com o clube. O treinador mora em Florianópolis e tem como principais títulos na carreira a Série B pelo Vasco, em 2009, a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista pelo Santos, no ano seguinte, além do Campeonato Gaúcho e a Recopa Sul-Americana no comando do Internacional, em 2011.

Dorival Júnior tem um estilo diferente aos dos dois últimos técnicos palmeirenses, Gilson Kleina e Ricardo Gareca, por ser mais disciplinador e sisudo. Quando esteve no Santos, por exemplo, se desentendeu com Neymar publicamente durante um jogo contra o Atlético Goianiense, pelo Brasileirão de 2010, por considerar o atacante desobediente.

A tendência é que a diretoria não escolha um novo técnico já para estrear nesta quinta contra o Atlético, pela Copa do Brasil. Por se tratar de uma partida em torneio mata-mata, em que o time está em situação adversa, o novato deve ser poupado.

O mais provável é que o primeiro jogo do novo treinador do Palmeiras seja contra o Atlético Paranaense, no domingo, em Curitiba, pelo Brasileirão. Na rodada seguinte, o time recebe o Criciúma, no Pacaembu, em confronto direto contra o rebaixamento. Nesta terça, a equipe volta a trabalhar sob o comando do interino Alberto Valentim em treino fechado.

Leia tudo sobre: dorival júniorfavoritocomandarpalmeirassaidagareca