Fogo e sal grosso para combater o mal

iG Minas Gerais |

Fogo, cruz e sal grosso são símbolos historicamente usados por religiosos para combater o mal ou desfazer magias, segundo o doutor em ciência da religião Paulo Agostinho Nogueira Baptista. O fato de esses elementos terem sido usados nos ataques a capelas católicas na Zona da Mata só reforça a suspeita de que se trata de intolerância religiosa.

“Esses gestos usados podem indicar exatamente um tipo de expressão talvez mais radical que leva a pessoa a querer destruir a religião que é diferente da sua, a demonizar o outro”, afirmou o estudioso.

Segundo ele, esse tipo de prática contra a Igreja Católica não é comum no Brasil e só costuma ser usado contra as religiões afro-descendentes, como a umbanda. “Muita gente sente a sua identidade ameaçada, e uma das reações é ver o outro como inimigo”.

A assessoria da Arquidiocese de Mariana, na região Central, que responde pelas cidades, foi procurada para comentar o assunto, mas ninguém atendeu as ligações. (LC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave