Thiago Pereira e outros nadadores cravam índice no primeiro dia

Competição que vale vaga no Mundial de Doha já teve mais de dez atletas garantidos

iG Minas Gerais | DÉBORA FERREIRA |

Thiago Pereira já almeja manutenção de bons resultados  e novas conquistas na sequência da temporada
CBDA/DIVULGAÇÃO
Thiago Pereira já almeja manutenção de bons resultados e novas conquistas na sequência da temporada

No primeiro dia de provas de José Finkel, os brasileiros já começaram a alcançar índices para o Mundial de piscina curta, em Doha, no Catar, em dezembro. O medalhista olímpico Thiago Pereira, do Sesi-SP, e Thiago Simon, do Corinthians, foram os primeiros a garantir os resultados nas finais da prova dos 100 m medley masculino.

João de Lucca, nos 200 m livre, e Guilherme Guido, nos 100 m costas, ambos do Pinheiros-SP, garantiram resultados cedo, nas eliminatórias da manhã. Os dois foram ouro na final de suas provas.

No feminino, a holandesa Femke Heemskerk, que está representando a Fiat-Minas, bateu o recorde sul-americano nos 200 m livres nas eliminatórias, com o tempo de 1m58s95, e também cravou sua participação no Mundial. Na final, a nadadora levou o ouro.

Etiene Martins, do Sesi-SP, também bateu o recorde da América do Sul nos 100 m costas e, com o índice de 57s53, também se garantiu no Mundial do Catar. À tarde, a atleta subiu ao lugar mais alto da pódio, seguida por Andrea Berrino, da Unisanta, e Natalia de Luccas, do Corinthians.

Manuella Lyrio, no revezamento 4x200 m do Minas Tênis também está classificada para Doha.

Nesta terça-feira, as provas continuam, com as eliminatórias às 9h da manhã e as finais às 17h. As provas são 100 m peito, 100 m borboleta e 1500  livre, tanto no masculino quanto no feminino. Estrelas como Cielo e Bruno Fratus só caem na piscina a partir da quarta-feira.

Leia tudo sobre: thiago pereiratiago simonjoão de lukafemkeminasfiat-minasjosé finkelrecordeíndiceprovaeliinatórias