Mais de 250 alunos de Centro de Inclusão Social têm merenda cortada

Superintendente da instituição declara que medida foi tomada por Secretária de Educação do Município; prefeitura se comprometeu em falar sobre o assunto

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Mais de 250 alunos atendidos pelo Centro de Atendimento e Inclusão Social, (Cais), em Contagem, na região Metropolitana de Belo Horizonte, não receberam a merenda escolar nesta segunda-feira (1º) Conforme informações da instituição, a medida adotada faz parte de um corte, adotado a partir desta segunda, e previsto em um oficio enviado pela Secretária de Educação do Município, na quarta-feira (30), ao Centro.  

Cristina Abranches Motas Batista, superintendente do Cais, conversou com a reportagem de O TEMPO e explicou que o oficio datado em 21 de agosto, explica que o secretário está fazendo um reajuste na merenda escolar no município e entendeu a necessidade de um corte.

Os alunos dos Atendimentos Educacional Especializado e Profissional passam três horas na instituição e depois seguem para a escola tradicional. Esse seria um dos motivos alegados pela secretaria para realizar o corte da merenda. Porém, segundo a superintendente, o Conselho de Merenda do município esteve no local e afirmou não estar de acordo com a medida da prefeitura.

“Os alunos comparassem a instituição, passam três horas aqui, se alimentam e em seguida seguem para as escolas traicionais, no entanto, hoje, saíram todos com fome”, declarou Cristina.

O cais é uma instituição sem fins lucrativos que sobrevive com o repasse da prefeitura. No entanto, neste segundo semestre, ainda conforme a instituição, houve um repasse de menos de 60% no valor para a manutenção dos alunos no ensino profissionalizante. Outra dificuldade enfrentada pela instituição. A Prefeitura de Contagem foi acionada e, por meio da assessoria de comunicação, se comprometeu em se posicionar sobre o assunto.  

Posicionamento dos pais

Uma manifestação está marcada para a tarde desta segunda-feira em frente a prefeitura do município.Aproximadamente 70 pais de alunos que estão sem alimentação no Cais estão se organizando para a realização de um protesto, que terá inicio às 14h30.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave