Padre e andarilho são flagrados em ato obsceno e presos no Norte de MG

Homem alegou que o pároco lhe ofereceu R$ 50 para manter relação sexual com ele; câmeras do Olho Vivo filmaram a ação dos homens em rua do centro da cidade

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um padre e um andarilho foram presos após serem flagrados cometendo atos obscenos, no meio da rua, durante a madrugada desta segunda-feira (1º), em Montes Claros, no Norte de Minas. De acordo com a Polícia Militar (PM), câmeras do Olho Vivo flagraram quando um masturbava o outro, no centro da cidade.

Após o sistema de câmeras filmar a ação dos homens na rua São Francisco, os militares foram ao local e conseguiram prender A.S.S.L., 36, e B.B.R., 25. Segundo o jovem, ele receberia R$ 50 para manter a relação sexual com o outro suspeito, que o encontro na rua e o convidou para o ato. A dupla foi encaminhada para delegacia.

A.S.S.L. é pároco da Paróquia São José Operário. A Arquidiocese de Montes Claros foi procurada pela reportagem de O TEMPO para comentar o caso, mas até o momento, não se manifestou sobre o assunto.

Atualizada às 9h31

Leia tudo sobre: ato obscenomasturbação