Jogadores lamentam bolas na trave que impediram vitória alvinegra

Principais responsáveis pela falta de gols foram o goleiro Victor, que mais uma vez teve grande atuação, e as balisas dos dois lados

iG Minas Gerais | da redação |

Debaixo de muita chuva, Atlético e Coritiba ficaram no empate sem gols
Site oficial/Divulgação
Debaixo de muita chuva, Atlético e Coritiba ficaram no empate sem gols

O confronto entre Atlético e Coritiba até teve as duas equipes criando bastantes chances, mas o jogo acabou ficando mesmo no 0 a 0. Os principais responsáveis pela falta de gols foram o goleiro Victor, que mais uma vez teve grande atuação, e as traves dos dois lados. Galo e Coxa, com Zé Love e Tardelli, ficaram muito perto de abrir o placar.

“Tivemos a bola na trave e eles também. Agora, temos que trabalhar, levantar a cabeça e temos todo o segundo turno pela frente”, comentou o lateral-esquerdo Pedro Botelho.

Para Victor, o Atlético também pode reclamar da “falta de sorte” pelas bolas desperdiçadas, porque foi igual para os times. O goleiro alvinegro também lamentou o resultado, e atribuiu placar também ao fato de o time da casa precisar mais da vitória.

“A gente não pode reclamar da sorte porque também tivemos bola na trave. O Coritiba teve muitas oportunidades, talvez o 0 a 0 não seja condizente com o que foi a partida, mas pontuar fora de casa foi importante. Não era bem nosso objetivo, mas acabamos somando um ponto devido às dificuldade, o gramado estava molhado, o Coritiba estava precisando mais do resultado, então temos que enaltecer o resultado nessa tarde”, disse ele.

Leia tudo sobre: futebol nacionalcampeonato brasileirocoritibacoxaatléticogalo