Marina recebeu R$1,6 milhão ministrando palestras

Em apenas três anos, Marina diz que assinou 65 contratos e fez 72 palestras remuneradas

iG Minas Gerais | Da redação |

Sem cargo público, mas com um capital eleitoral de quase 20 milhões de votos depois de perder a última eleição presidencial, a ex-senadora Marina Silva abriu em março de 2011 uma empresa para dar palestras e faturou cerca de R$ 1,6 milhões com a atividade até maio deste ano.    Marina sempre manteve em segredo os detalhes sobre a atividade que virou sua principal fonte de renda desde que deixou o Senado. Em entrevista exclusiva concedida ao jornal Folha de São Paulo, em pouco mais de três anos, Marina diz que assinou 65 contratos e fez 72 palestras remuneradas. Ela se recusou a identificar nomes das empresas e das entidades que pagaram para ouvi-la, alegando que os contratos têm cláusulas de confidencialidade.    O faturamento bruto da empresa de Marina lhe rendeu, em média, R$ 41 mil mensais. O valor é mais que o dobro dos R$ 16,5 mil que ela recebia como senadora no fim de seu mandato, em 2010.Já os rendimentos da empresa de Marina aumentaram ano a ano, saltando de R$ 427,5 mil em 2011 para R$ 584,1 mil no ano passado.    Ela estimou em R$ 135 mil o valor de seu patrimônio pesoal, que inclui uma casa e seis terrenos em Rio Branco, a empresa criada para contratar suas palestras e uma conta no Banco do Brasil. Em 2010, Marina estimou o valor de seus bens em R$ 149 mil.    Folhapress Aguirre Talento e Fernanda Odilla 

Leia tudo sobre: Marina Silvapalestras