Brasil vence Irã com tranquilidade e conquista segundo triunfo na Copa

Seleção volta suas atenções agora para o complicado duelo frente a Espanha, já nesta segunda-feira, às 17h (de Brasilia)

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Alex (foto) foi o cestinha da seleção brasileira na Copa do Mundo de basquete
CBB/REPRODUÇÃO
Alex (foto) foi o cestinha da seleção brasileira na Copa do Mundo de basquete

Após um susto no primeiro período, a seleção brasileira encaixou seu melhor basquetebol e não teve dificuldades para vencer o Irã por 79 a 50, em Granada, na Espanha, em confronto válido pelo Grupo A da Copa do Mundo de basquete. O cestinha do jogo foi o iraniano Jamshidi, com 13 pontos, seguido pelo ala brasileiro Alex Garcia, com 12. O armador brasileiro Marcelinho Huertas finalizou o embate com seis assistências, enquanto Anderson Varejão pegou seis rebotes.

Com a segunda vitória no torneio internacional, o Brasil volta suas atenções agora para o complicado duelo frente a Espanha, já nesta segunda-feira, às 17h (de Brasilia). Os donos da casa são o maior desafio dos comandados de Rubén Magnano nesta primeira fase da Copa, não só pelo fator torcida, mas também pelo plantel espanhol constituído por jogadores como os irmãos Gasol, além de Serge Ibaka, Ricky Rubio e cia. limitada.

Porém, fica claro que o principal objetivo do Brasil é fechar sua participação na chave de grupos com a segunda posição. Por isto, a equipe está de olho no desempenho da Sérvia, que também neste domingo perdeu da França. 

O jogo 

O início de partida do Brasil não foi dos mais animadores. Talvez por entender que o adversário poderia não oferecer tanto perigo, a equipe permitiu muitos espaços e acabou levando alguns pontos em lances de contra-ataque. Os iranianos chegaram a abrir seis pontos e o técnico Rubén Magnano precisou solicitar um tempo para recolocar seus comandados no eixo. Depois da parada, a seleção voltou mais ligada. No entanto, a partida continuou dura. Restando pouco menos de um minuto, o Brasil até conseguiu passar à frente com quatro pontos de Alex, mas foi o Irã que finalizou o quarto com a liderança: 18 a 17 no placar.

Mas após o susto nos primeiros dez minutos, a seleção brasileira voltou com tudo no segundo quarto e não deu chances para os rivais. Firme na defesa, os comandados de Magnano limitaram as investidas iranianas e foram abrindo vantagem no marcador com uma rápida transição (foram 10 pontos em contra-ataques). Para se ter ideia, os asiáticos anotaram apenas quatro pontos no segundo período. Com performances consistentes de Marcelinho Huertas e Nenê, o Brasil foi para o intervalo liderando o marcador com 16 pontos de frente: 40 a 24. 

Com a tranquila vantagem, os dois últimos quartos da partida foram totalmente dominados pela seleção brasileira. A administração foi tamanha que os iranianos só perturbaram no último e decisivo quarto, quando buscaram diminuir a diferença. Mas já era tarde demais. O Brasil venceu com sobras. 

Estatísticas. Na linha do lance livre, o Brasil converteu 10 dos 15 arremessos, acumulando um total de 67% de aproveitamento. A seleção ainda pegou 35 rebotes, contra 30 dos iranianos. 

 

Leia tudo sobre: basquetecopa do mundoseleção brasileirairãvitória