Dona do jogo

No ar em “Império”, atual trama das nove, Karen Junqueira busca independência artística na televisão

iG Minas Gerais | caroline borges |

Trabalho. A atriz mineira afirma que buscou referências na série “Gossip Girl” para compor sua personagem em “Império”
CZN
Trabalho. A atriz mineira afirma que buscou referências na série “Gossip Girl” para compor sua personagem em “Império”

A voz segura e a postura séria de Karen Junqueira expressam o amadurecimento da atriz de 31 anos. Na TV desde os 23, a intérprete da fútil Fernanda, de “Império”, sempre soube que precisava ir muito além de mais um rostinho bonito. Não é à toa que, ao longo dos anos, ela treinou seu olhar em busca de papéis que lhe instigassem e a tirassem da zona de conforto. “É uma área tão difícil. Não dá para ser mais uma. Quero fazer diferente sempre. Tenho pavor de ouvir: ‘A Karen é sempre a mesma’. Porque isso acontece”, defende a atriz, que acredita que o período de composição seja crucial para diferenciar um trabalho do outro. “Procuro me munir de informações para ampliar minhas possibilidades como artista. Busco sempre uma verdade naturalista dentro do texto do personagem”.

Na trama de Aguinaldo Silva, Karen vive uma ex-garota do tempo, amiga de Daniele e Érika, interpretadas por Maria Ribeiro e Letícia Birkheuer. Aos poucos, a personagem vai dando indícios de ter uma personalidade fofoqueira e invejosa. “Sinto isso em algumas falas da Fernanda. Como quando ela comentou sobre a ‘sorte’ que Daniele teve em se casar com alguém rico. Ela vislumbra ter aquela vida”, explica.

Em sua primeira novela do autor, a atriz se baseou bastante no texto para incorporar Fernanda. Ainda assim, para se aproximar do universo materialista de sua personagem, buscou referências na série norte-americana “Gossip Girl”. “Retrata bem esse mundo ambicioso, de glamour, luxo, intriga e fofoca em que Fernanda está inserida. Vi várias temporadas”, ressalta ela, que se adaptou fácil ao texto de Aguinaldo. “Sempre admirei os trabalhos dele. Tem um humor bastante pontual e são personagens muito bem elaborados e característicos”.

Com o folhetim das nove, Karen emenda seu terceiro trabalho na Globo após ficar cinco anos na Record, onde atuou em produções como “Poder Paralelo” e “Sansão e Dalila”. Ainda na antiga emissora, ela teve a oportunidade de renovar com o canal por mais cinco anos. No entanto, optou por encerrar seu vínculo e ir em busca de novas experiências na carreira – bastante pautada por novelas. “Viajei e fiquei dois meses fora estudando inglês em Los Angeles, fiz um musical e só depois que começaram a surgir oportunidades na TV. Não tive desespero por conta da instabilidade. Afinal, estava sempre no mercado em busca de novas chances”, afirma. A participação na série “O Caçador”, inclusive, lhe rendeu a oportunidade para um teste em “Império”. “O produtor de elenco lembrou de mim e me chamou. Fui uma das últimas a ser escalada. Fiz teste em pleno Carnaval”, lembra.

Natural de Caxambu, interior de Minas Gerais, a loura de olhos quase felinos teve o início de sua carreira pautado por trabalhos como modelo. Sem muito tempo para conciliar um emprego de período integral e os estudos de interpretação, Karen buscou na publicidade uma forma rápida e fácil de conseguir dinheiro para se sustentar no Rio de Janeiro. “Não tomava muito meu tempo e podia escolher o que queria fazer. Ficava mais livre para fazer testes. Sempre tive um foco e segui com determinação”, aponta.

Perfil Nome completo:

Karen Junqueira

Data de nascimento:

28 de abril de 1983

Local de nascimento:

Caxambu (MG)

Signo: Touro

Último papéis na TV:

Sandra de “O Caçador” (2014), Luma Valdez de “Máscaras” (2012), Paula de “Preamar” (2012), Taís de “Sansão e Dalila” (2011), Regina Castellamare de “Poder Paralelo” (2009), Fúria de “Os Mutantes” (2008)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave