Prefeitura já retirou 65% dos sedimentos da lagoa

Desassoreamento será concluído em outubro, segundo Executivo; teste vai tratar córrego

iG Minas Gerais | Luiza Muzzi |

Revisão. Desassoreamento previsto para maio de 2014 só ficará pronto no segundo semestre
JOAO GODINHO / O TEMPO
Revisão. Desassoreamento previsto para maio de 2014 só ficará pronto no segundo semestre
O processo de desassoreamento – dragagem – da lagoa da Pampulha, na região de mesmo nome, na capital, deverá ser concluído até o fim de outubro. A previsão foi confirmada pelo secretário municipal de Obras e Infraestrutura, José Lauro Nogueira Terror, durante visita ao local com o prefeito, Marcio Lacerda, na manhã deste sábado (30).  De acordo com o secretário, 65% dos trabalhos de retirada de material do fundo da lagoa estão concluídos, e a expectativa é chegar aos 100% nos próximos dois meses. Segundo ele, a próxima etapa depende do tratamento de esgoto feito pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). “Vamos aguardar o momento adequado para começar a limpeza da água”, afirmou Terror. O secretário informou que a prefeitura está investindo R$ 100 milhões nos trabalhos de desassoreamento, que no total vão retirar da lagoa 800 mil m³ de materiais – lixo, areia e terra. Terminada essa fase, o processo de limpeza da água vai custar R$ 30 milhões aos cofres municipais.  “O planejamento feito pela Copasa prevê coletar pelo menos 95% do esgoto doméstico e industrial que chega à lagoa. E nós precisamos que esse trabalho seja concluído para depois fazermos o tratamento da água, porque, se não, seria como enxugar gelo”, disse Lacerda.  Durante a visita às obras de desassoreamento da lagoa, Lacerda afirmou ainda que a prefeitura pretende fazer, no primeiro semestre de 2015, uma experiência piloto de tratamento de um córrego. “Vamos cercar o córrego Água Funda e tratá-lo em diversas etapas antes que chegue à lagoa. Se isso der certo, vamos expandir para os outros”, detalhou.  Segundo o prefeito, a iniciativa terá investimento de R$ 5 milhões. “Estamos fazendo o projeto para licitar, e acredito que poderemos lançar o edital ainda até o fim do ano, para começar os trabalhos em março”, disse.

Leia tudo sobre: pampulhalagoaprefeitura