Prefeitura cadastros de imóveis no entorno do viaduto da Pedro I

Na manhã deste sábado (30), 350 imóveis foram notificados da demolição que deve ocorrer no próximo dia 14

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Tragédia. O viaduto Batalha dos Guararapes desabou no dia 3 de julho, matando duas pessoas
Lincon Zarbietti / O Tempo
Tragédia. O viaduto Batalha dos Guararapes desabou no dia 3 de julho, matando duas pessoas

A Prefeitura de Belo Horizonte começou neste sábado (30) o cadastro dos moradores e comerciantes do entorno do Viaduto Batalha dos Guararapes, na Avenida Pedro I, que vão ter que deixar seus imóveis para a implosão da alça norte do elevado por questões de segurança. Foram cadastrados em torno de 350 imóveis e os moradores foram alertados sobre a demolição que deve ocorrer no próximo dia 1.

Os imóveis em que as pessoas terão que sair ficam em um raio de 200 metros do viaduto. A ideia é que eles saiam uma hora antes da implosão e eles devem voltar meia hora após a conclusão dos trabalhos. Em um perímetro de 50 metros em torno do viaduto só poderão entrar os profissionais que vão participar da demolição. Na próxima segunda-feira (1) está marcada uma reunião com os moradores para que mais informações sejam repassadas aos moradores e comerciantes da região. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, 90 agentes trabalharam no cadastro, alguns imóveis estavam fechados e a prefeitura deve retornar a esses imóveis para fazer o cadastro. Um balanço oficial com os imoveis cadastrados deve sair na próxima terça-feira (2). 

O viaduto caiu no último dia 3 de julho, deixou duas pessoas mortas e outras 23 feridas.  A liberação do trânsito no local vai depender da retirada dos entulhos do local e liberação pela Defesa Civil Municipal.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave