Após perder hegemonia, Márquez crava pole na Grã-Bretanha

É a décima pole do espanhol, que havia vencido as dez primeiras etapas da temporada até a queda na República Checa

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Tempo que garantiu a Márquez a pole position também o levou a bater o recorde do circuito de Jerez de la Frontera
Divulgação / Moto GP
Tempo que garantiu a Márquez a pole position também o levou a bater o recorde do circuito de Jerez de la Frontera

O espanhol Marc Márquez viu sua sequência de vitórias na MotoGP ser interrompida com o quarto lugar na etapa da República Checa, há duas semanas, mas não parece ter ficado muito abalado. Já no primeiro teste desde então, ele voltou a mostrar sua superioridade em relação aos outros pilotos e cravou mais uma pole position na temporada neste sábado. Desta vez, para a etapa da Grã-Bretanha, que acontece no domingo.

Foi a décima pole do espanhol, que havia vencido as dez primeiras etapas da temporada até a queda na República Checa - na ocasião, Dani Pedrosa foi o primeiro. Ele cravou o tempo de 2min00s829, pouco mais de três décimos à frente do italiano Andrea Dovizioso, que sairá em segundo após marcar 2min01s140.

Completando a primeira fila, estará outro espanhol, Jorge Lorenzo, que anotou 2min01s175. Algoz de Márquez na última etapa Pedrosa será apenas o quinto, atrás de Aleix Espargaró, após cravar 2min01s464. O heptacampeão Valentino Rossi aparece na sequência, na sexta posição.

Para ficar com a pole neste sábado, Márquez precisou suar e só conseguiu alcançar sua melhor marca no fim da segunda sessão de treinos. Até então, a primeira colocação no grid estava nas mãos de Dovizioso, que fez uma boa opção ao utilizar pneus macios e vinha comandando a atividade.

Líder disparado da temporada, com 263 pontos, 77 a mais que o segundo colocado Dani Pedrosa, Marc Márquez será mais uma vez o piloto a ser batido no domingo. Todos tentarão impedir que ele conquiste a 11.ª vitória em 12 corridas na prova que acontecerá no tradicional Circuito de Silverstone.

Leia tudo sobre: MotoGPMarc MárquezGrã-Bretanha