Desfalcado, Palmeiras pega Internacional no Pacaembu

Tantos problemas acabam dificultando ainda mais a situação de Ricardo Gareca, que ainda não conseguiu repetir a formação no Verdão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Quando a fase é ruim, parece que tudo joga contra. Esse é o momento vivido pelo Palmeiras, que poderia ter diante do Internacional, neste sábado, às 18h30, no estádio do Pacaembu, pela 18.ª rodada, um jogo perfeito para a equipe vencer novamente e embalar de vez no Campeonato Brasileiro. O problema, porém, é que o técnico argentino Ricardo Gareca não poderá contar com 12 jogadores, entre machucados e suspensos.

A lista daria para formar um time e tantos problemas acabam dificultando ainda mais a situação de Ricardo Gareca, que não conseguiu repetir a formação de uma partida para a outra nenhuma vez, após 12 jogos no comando do Palmeiras. Para o jogo deste sábado, o jeito é apostar na conversa, já que não foi possível sequer fazer um coletivo para definir quem joga.

A equipe tem desfalques em todas as posições e o número acabou sendo inflacionado por atletas que nem estavam sendo utilizados, mas que poderiam ser opções como Thiago Martins e Bruninho. Estão machucados: Fernando Prass, Wendel, Victor Luis, Victorino Thiago Martins, Wesley e Valdivia. Bruninho passa por recondicionamento físico e Gabriel Dias se recupera de uma virose.

Completam a lista Tobio e Henrique, suspensos, e Josimar, que está emprestado pelo Internacional e por isso não pode atuar. O zagueiro Wellington vai para o jogo, mas não está 100%. Assim, não é certo que comece a partida. A falta de opções obrigou o treinador a apelar para dois jovens da base que nem fazem parte do elenco profissional - casos do zagueiro Nathan, de 19 anos, e do lateral-esquerdo Guilherme, de 18.

Em meio a tantos problemas, quem espera aproveitar para ganhar alguns pontos é o atacante Cristaldo. Ele deve entrar no lugar de Henrique e ser titular pela primeira vez. Substituir o artilheiro da equipe no campeonato, com sete gols, parece ser algo que assusta um pouco o argentino. “O Henrique estava fazendo bons jogos e marcando gol com frequência. Mas as minhas características são um pouco diferentes. Eu fico um pouco mais atrás e tento buscar possibilidades para a equipe”, explicou, já se colocando mais como um “garçom” do que goleador.

Além de se afastar ainda mais da zona de baixo da tabela de classificação, Ricardo Gareca quer uma vitória para acabar de vez com a suspeita de que possa pedir demissão ou ser demitido em caso de mais um tropeço da equipe.

O curioso é que o clima era bastante favorável ao time do Palmeiras. Embora a equipe tenha perdido para o Atlético Mineiro na última quarta-feira, no Brasileirão o time vem de vitória e conseguiu sair da zona de rebaixamento na última rodada. Além disso, a expectativa é que o estádio do Pacaembu esteja com um bom número de torcedores.

A diretoria fez uma promoção em que quem comprasse o ingresso para o jogo contra o Coritiba, poderia entrar de graça neste sábado. Diante dos paranaenses, 18.461 pagantes estiveram presente e a expectativa é que o público fique próximo de 20 mil mesmo com o time cheio de desfalques.

Leia tudo sobre: desfalcadopalmeiraspegainternacionalpacaembucampeonato brasileiro