Classe defende estudo de situação

iG Minas Gerais | Joana Suarez |

Quinze engenheiros experientes em nível nacional foram consultados sobre a recuperação do viaduto Batalha dos Guararapes, e todos foram a favor de se fazer um estudo antes de optar pela demolição. O dado foi divulgado em palestra da UFMG, que contou com centenas de pessoas, entre profissionais e estudantes. Representantes da prefeitura estiveram lá para ouvir a opinião da classe, mas a destruição já está decidida e programada para o dia 14 próximo.  

“Acredito que é possível recuperar, mas é necessária uma análise da situação do viaduto para avaliar a demolição. Faltam informações para tomar a decisão acertada”, destacou o engenheiro e professor Sebastião Salvador.

Nesses quase dois meses após a queda do elevado, segundo os especialistas, daria tempo de a prefeitura fazer esse estudo e, inclusive, reforçar a alça norte para liberar o trânsito na avenida e iniciar a recuperação. Para os engenheiros, a reconstrução pode ficar mais barata que demolir e reconstruir a estrutura. Muitos engenheiros interessados na causa do acidente fotografaram a obra e analisaram o projeto. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave