Licitação de ciclovias tem apenas um interessado

Também para estimular o uso da “magrela”, postos do Bike BH na Pampulha serão inaugurados neste sábado

iG Minas Gerais | Luciene Câmara |

Capital tinha até ontem quatro postos de aluguel de bicicletas
FERNANDA CARVALHO - 7.6.2014
Capital tinha até ontem quatro postos de aluguel de bicicletas

Mais uma etapa para a expansão das ciclovias em Belo Horizonte foi realizada nesta sexta, com a abertura de propostas para a construção de 10,85km de rotas no Barreiro e em Venda Nova. Uma única empresa participou dessa etapa da licitação, que é realizada pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP). Neste sábado, o prefeito Marcio Lacerda inaugura também novas estações do Bike BH – sistema de bicicletas compartilhadas – na lagoa da Pampulha.

Atualmente, a capital tem 70 km de ciclovias, segundo a prefeitura. No projeto de expansão para o Barreiro e Venda Nova, a candidata que participou nesta sexta da abertura de envelopes foi a Sitran – Sinalização de Trânsito Industrial Ltda, com sede na capital. A ANTP não informou o valor da proposta, que será, agora, analisada pela Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans).

“Esperávamos mais propostas, até pelo fato de 13 empresas terem solicitado o edital. Mas isso é indiferente, não prejudica o processo”, afirmou o coordenador do Programa de Transporte Sustentável e Qualidade do Ar (Sustainable Transport and Air Quality – STAQ), que financia a obra, Marcos Bicalho.

Ele explicou que o projeto é financiado pelo Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento (Bird), que destinou R$ 8,5 milhões para transporte sustentável no Brasil – incluindo ciclovias da capital. Segundo Bicalho, não há prazo para a análise das propostas, mas ele acredita que esse processo será rápido.

Estações. A estação do Bike BH inaugurada neste sábado fica no Mirante do Bem-Te-Vi, na orla – é a primeira da região. Outros quatro bicicletários em implantação na lagoa devem ser entregues.

A BHTrans não deu detalhes da ampliação. Desde o início de junho, quatro estações do sistema de bicicletas compartilhadas estão em funcionamento na capital (praça da Liberdade, praça Afonso Arinos, praça Rui Barbosa e Mercado Central).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave