Apesar do visual,BWA diz que gramado não tem problema

Para quem vê o campo, aspecto é ruim,mas consórcio garante qualidade

iG Minas Gerais | Antônio Anderson |

Prejudicado. Axé Brasil deixou alguns pontos do gramado do Independência em estado muito ruim
BRUNO CANTINI/DIVULGAÇÃO – 23.8.2014
Prejudicado. Axé Brasil deixou alguns pontos do gramado do Independência em estado muito ruim

A arena Independência não escapou de sofrer críticas sobre o estado do gramado após a realização do Axé Brasil 2014. Mas, apesar das falhas verificadas em alguns pontos do campo, a BWA, empresa que administra o estádio, garante que o gramado tem plenas condições de receber as partidas no restante da temporada. “Tomamos todas as medidas possíveis e necessárias antevendo um grande evento como o Axé Brasil. Fizemos a cobertura do gramado utilizando o que há de mais moderno em termos de piso plástico de forma a garantir a oxigenação e evitando pisoteio”, afirmou Helber Gurgel, diretor administrativo da empresa.

“O que aconteceu foi que algum vendedor ambulante derramou água gelada, que queimou a grama. A DM Produções, que organiza o Axé Brasil, assumiu a responsabilidade pelo fato e está arcando com o tratamento adicional para que o gramado seja recuperado”, completou Gurgel. Apesar do visual feio do estádio ele garante que o Independência tem plenas condições de continuar recebendo as partidas. “Continuamos mandando os jogos para lá porque temos consciência e responsabilidade de que as partidas podem ser realizadas sem prejuízo aos atletas e aos clubes”, destacou o representante da empresa BWA.

O Axé Brasil aconteceu entre os dias 15 e 16 deste mês. Após evento, o Independência já recebeu sete partidas em apenas 13 dias, o que representaria um jogo a cada dois dias. O Atlético enfrentou o Internacional pela Série A e na Taça BH jogou contra o Bahia, o Internacional e o Figueirense. Já o América atuou no estádio do Horto contra o Luverdense e a Ponte Preta, pela Série B, e o Goiás, na Taça BH.

Gurgel destacou que não tem um prazo estabelecido para a recuperação do gramado, que, além do Axé Brasil, também já foi palco de um show do DJ David Guetta, em novembro de 2012. “Não faço julgamento, até porque a empresa que toma conta do gramado do Independência é muito competente. Mas, de repente, o tempo em que o gramado ficou sem receber luz possa ter atrapalhado na sua recuperação mais rápida”, afirmou o especialista Feliciano Alves Diniz Filho, que foi responsável por cuidar do gramado do Mineirão entre os anos de 1998 a 2010.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave