Equipe treina como receber turista doente

iG Minas Gerais |

BRASÍLIA. O governo federal realizou ontem, no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, uma simulação de como seria a chegada de um paciente infectado pelo vírus do ebola ao Brasil. Ainda que o risco de alguém infectado chegar ao país seja considerado remoto, a ação, comandada pelo Ministério da Saúde, teve como objetivo treinar as equipes e avaliar o atendimento.  

“Muito embora o risco seja muito baixo, precisamos estar preparados. Não podemos deixar que algo aconteça para saber se estávamos preparados ou não”, afirmou o ministro da Saúde, Arthur Chioro, que acompanhou os procedimentos de Brasília por videoconferência.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave