Renato Augusto é advertido e poderá jogar no Corinthians

Renato Augusto foi julgado por ter acertado o rosto do volante Léo Gago, do Bahia, na partida do dia 6 de agosto

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Corinthians, de Renato Augusto, quer vencer o Flu para se manter na briga pela liderança
ESTADÃO CONTEÚDO
Corinthians, de Renato Augusto, quer vencer o Flu para se manter na briga pela liderança

O meia Renato Augusto foi apenas advertido pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta sexta-feira e poderá jogar a partida de volta contra o Bragantino pela Copa do Brasil. O jogador do Corinthians havia sido denunciado por agressão e podia pegar até 12 partidas de gancho, mas com a decisão do tribunal poderá reforçar a equipe na partida das oitavas de final da quarta-feira que vem, no Pacaembu.

Renato Augusto foi julgado por ter acertado o rosto do volante Léo Gago, do Bahia, na partida do dia 6 de agosto. O meia havia sido denunciado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, referente a agressões a outros jogadores. Se fosse considerado culpado, poderia ser suspenso por quatro a 12 jogos.

O STJD decidiu apenas pela advertência pela ausência de histórico negativo de Renato Augusto. O advogado do Corinthians, João Zanforlin, admitiu que o jogador foi imprudente, mas conseguiu que a Quarta Comissão desconsiderasse o ato como agressão e visse como conduta hostil, configurada em outro artigo do código.

A Quarta Comissão do STJD também absolveu o árbitro da partida, Charles Hebert Ferreira, das denúncias feitas pela procuradoria por não relatar a atitude de Renato Augusto na súmula e não punir o jogador. O advogado Giuliano Bozzano alegou que o juiz estava encoberto por outro atleta no lance em questão e conseguiu convencer o tribunal.

Leia tudo sobre: corinthiansrenato augustostjd